Professor muda rotina de alunos através da literatura

Um professor substituto e dezenas de alunos na faixa etária entre 14 e 15 anos. Este cenário poderia indicar, em outra circunstância, uma difícil tentativa de estimular o aprendizado. Mas Everton de Oliveira, professor de Língua Portuguesa na Educação Básica 1 da Rede Municipal de Ensino de Botucatu, acabou com este mito.

Ao identificar dificuldades de interpretação e contextualização de textos de romance policial junto a alunos do oitavo ano da escola municipal “João Maria de Araújo Júnior”, o professor substituto apostou na capacidade dos alunos. Assim, criou o projeto “Os mistérios da biblioteca”, que propunha a aguçar o gosto pela literatura.

“Primeiro propus os alunos associarem as obras com o seriado de TV ‘CSI’ e o filme ‘Sherlok Holmes’. Depois acompanhava os estudantes ? biblioteca da escola selecionando livros a partir do gosto individual dos alunos, que produziam resenhas sobre o que haviam lido. Na sequência do projeto, fizemos recortes do texto ‘Venha ver o pôr do Sol’, de Lygia Fagundes Telles, no qual os estudantes tiveram que criar hipóteses escritas resolvendo o mistério do conto”, detalha.

O envolvimento dos alunos foi tanto que possibilitou a exploração de outros gêneros literários, como a poesia. Ao final do projeto, em dezembro passado, um sarau de poemas foi organizado, tendo como um dos autores estudados o escritor Fernando Pessoa e seus pseudônimos, em exposição no Museu de Língua Portuguesa.

O projeto encerrou-se com sucesso numa viagem viabilizada pela Secretaria Municipal de Educação ? cidade de São Paulo, que permitiu aos alunos conhecerem quatro museus (Ipiranga, Zoologia, Língua Portuguesa e a Pinacoteca), além do Mercado Municipal.

“No decorrer das atividades foi possível constatar, nos alunos, mudanças exteriores e interiores, de caráter comportamental e social como o modo de agir, pensar e respeitar a si próprio e ao próximo. Uma verdadeira avalanche de informações, perceptíveis na escrita, leitura e até mesmo no jeito de se vestirem. Foi uma experiência incrível”, conta.

Animado com a ação transformadora provocada nos alunos, Everton de Oliveira inscreveu o projeto na quarta edição do “Festival da Mantiqueira – Diálogos com a Literatura”, que será realizado em Campos do Jordão e São Francisco Xavier, distrito de São José dos Campos, nos próximos dias 27, 28 e 29 de maio. O evento reunirá importantes autores, editores e o público em geral para palestras, debates e lançamentos de livros. Acontecerão também, shows musicais e oficinas culturais ligadas ? literatura.

“O legal é que este projeto implantado na escola João Maria foi escolhido entre outros cinco mil para ser apresentado ? comissão julgadora do festival. Se gostarem, ele pode ser publicado e divulgado ? s demais escolas do Estado, como sugestão metodológica”, informa o professor.

Fonte: Igor Medeiros
Secretaria de Comunicação