Educação e Defesa Civil lançam projeto “Escola Legal”

Nesta quinta-feira (10) nas dependências do Centro de Educação Infantil – Rosemary Cassetari Ribeiro, no Bairro Alto, a Prefeitura de Botucatu, através da Coordenadoria da Defesa Civil, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, promoveu o lançamento do projeto Escola Legal. Ele é direcionado a todas as unidades escolares da Rede Municipal de Ensino.

O evento contou com a participação do prefeito João Cury Neto; do presidente da Câmara Ednei Lazaro da Costa Carreira; da secretária de Educação Alessandra Lucchesi de Oliveira; do coordenador da Defesa Civil do Município, Paulo Renato Silva; além de várias autoridades locais e representantes das policias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), gestores, educadores e pais e alunos.

No evento, dez unidades escolares municipais, representadas por seus gestores, receberam o certificado de “Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros” e também um selo do projeto Escola Legal. Assim, as escolas ficam dentro das normas exigidas de prevenção de incêndios e outros acidentes.

Esse projeto tem como principal objetivo criar uma cultura de prevenção dentro dos padrões legais e também acrescentar na rotina diária das unidades escolares medidas internas simples, que possam contribuir diretamente na prevenção de incêndios, entre outros acidentes, que venham a causar danos humanos, materiais e sociais ? comunidade escolar do Município.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Botucatu, Paulo Renato da Silva, é de suma importância a participação dos profissionais da rede municipal de ensino e também da população atendida diariamente na estrutura educacional do município, nas ações de segurança. “Precisamos conhecer quais os desafios a serem enfrentados por todos os cidadãos, pois prevenir significa evitar custos econômicos e sociais gerados pelos riscos da concretização dos desastres”, comenta.

Para a secretária Municipal de Educação, Alessandra Lucchesi de Oliveira, a inserção do Escola Legal na comunidade escolar transcende a preocupação com a autoproteção. “Esse projeto é uma das ações práticas do nosso lema ‘Educação, compromisso de todos’, em que a família, comunidade escolar e alunos se envolvem e recebem conhecimentos para transformar em atitudes positivas de segurança no cotidiano escolar”, frisa.

Para o prefeito de Botucatu, João Cury Neto, esta ação é uma revolução silenciosa no conceito da gestão pública. “Quando assumimos a Administração Municipal, constatamos que nenhuma escola tinha essa certificação, o auto de vistoria. Começamos a trilhar um caminho para que possamos ter a tranquilidade de dizer que podemos atestar a segurança do local em que os alunos estudam e os servidores municipais trabalham, através de um laudo realizado pelo Corpo de Bombeiros, o que é muito importante”, argumenta.

Fonte/Fotos: Assessoria