Samu faz reunião de orientações a servidores

A Escola do Meio Ambiente (EMA), vinculada à Secretaria de Educação de Botucatu, promoveu um encontro entre profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)  para servidores da escola entre estagiários, arte-educadores e auxiliares em geral. O foco foi orientações de primeiros socorros. 

A equipe do Samu formada pelo enfermeiro Manoel Messias e pelas Técnicas Auxiliares de Regulação Médica, Priscila Keiko e Magali Ramalho, fizeram uma explanação  de como proceder em casos de acidentes com animais peçonhentos, ataques de abelhas e até mesmo orientações de como agir em casos de queda de pressão arterial, torções e hipoglicemia.

De acordo com Eliana Gabriel, gestora da EMA, estas orientações para todos os funcionários  são de vital importância, a partir do momento que os alunos saem de suas salas de aulas nas unidades escolares para as aulas de Educação Ambiental na mata que cerca a escola.

“Durante todo o ano, a Escola do Meio Ambiente recebe cerca de 15 mil alunos para fazerem as trilhas nas matas e não podemos esquecer que a natureza também oferece riscos. Por isso, nada melhor que os profissionais do SAMU para nos dar todas as orientações  para um primeiro atendimento, caso seja necessário, até a chegada de um socorro efetivo do Samu. Temos que tomar todos os cuidados com as crianças, adolescentes e idosos que nos visitam”, conclui.

 

Sobre a EMA

 

A Escola do Meio Ambiente (EMA), vinculada a Secretaria Municipal de Educação de Botucatu, foi inaugurada no dia 12 de abril de 2005. Está  localizada  no Jardim Aeroporto numa área que contempla remanescentes de Mata Atlântica, Cerrado e nascentes do Ribeirão Lavapés. Desde a sua inauguração, aproximadamente 130 mil alunos da rede de ensino de Botucatu e de municípios vizinhos  frequentaram seus caminhos ecopedagógicos ou suas vivências socioambientais.

A Escola do meio Ambiente também tem reconhecido seu trabalho em nível nacional e internacional. Em 2009 a escola recebeu o selo Aqui se Brinca, da Unilever e, em 2010 recebeu a certificação de escola associada Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura (Unesco).