Mulher de 75 anos teve olho arrancado em hospital

Foi na noite desta terça-feira (9) que a direção do Setor de Enfermaria da Neurologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medina da Unesp de Botucatu, registrou a um caso bastante grave de lesão corporal contra uma senhora de 75 anos de idade chamada Adelaida C.M., que reside em Fartura e estava internada se recuperando de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) extenso. A vítima foi surpreendida por outra paciente de nome Maria E. B. S., de 52 anos, natural de Salto Grande, com um quadro denominado pelo hospital de psiquiátrico agudo.

Por motivos que ainda não foram esclarecidos, a agressora, que estava na mesma ala, dirigiu-se até a cama da idosa e com as mãos arrancou um dos olhos da vítima e feriu gravemente o outro. A paciente agredida foi submetida a um procedimento cirúrgico de urgência e internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) daquele hospital.

Os enfermeiros daquela ala do HC encaminharam a mulher agressora a um quarto de isolamento para passar por uma avaliação psiquiátrica. Segundo informações do hospital tanto a agressora quanto a agredida apresentam estado estável.

A Assessoria de Comunicação do HC da Unesp, em nota divulgada ? imprensa lamentou o ocorrido, explicando que todas as providências para o esclarecimento dos fatos foram tomadas.

{n}Íntegra da nota enviada pelo HC/FMB{/n}

{i}O Hospital das Clínicas da FMB, através de sua Diretoria de Assistência ? Saúde, informa que no inicio da noite do dia 8 de maio uma paciente, internada em recuperação de pós-operatório de cirurgia neurológica, apresentou quadro psiquiátrico agudo. Em função desse quadro, a mulher agrediu fisicamente outra paciente que estava dividindo o mesmo quarto naquele momento.

Impossibilitada de se defender em virtude de seu quadro clínico, caracterizado por um Acidente Vascular Cerebral (AVC) extenso, essa segunda paciente apresentou trauma ocular bilateral. Imediatamente após o fato foram tomadas todas as medidas cabíveis, tanto do ponto de vista assistencial quanto legal.

A paciente agressora foi transferida para um quarto de isolamento, sendo avaliada e medicada pelo Serviço de Psiquiatria, apresentando quadro estável neste momento. A paciente agredida foi submetida a procedimento cirúrgico e transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) deste HC, onde se encontra em fase de recuperação.

O HC/FMB comunica que tomou todas as providências para esclarecimento dos fatos, lamenta sua ocorrência e presta solidariedade ? s pacientes e seus familiares.