Médicos da Unesp acusados de receber sem trabalhar

Uma reportagem realizada pelo repórter da TV TEM André Godinho, trouxe ? tona um assunto bastante polêmico: pelo menos três médicos da Unesp foram flagrados batendo o ponto de entrada para início de expediente na Unesp, saindo para cuidar de coisas particulares como atendimentos em clínicas particulares e serviços públicos e retornando ? tarde somente para bater o ponto de saída.

O repórter seguiu os médicos durante um mês por vários pontos da cidade no horário em que deveriam estar prestando atendimento a pacientes que aguardam serem chamados na sala de espera. Os médicos acusados e filmados não quiseram se pronunciar. Um funcionário foi incisivo ao ser questionado sobre o assunto. “Aqui a maioria (dos médicos) faz isso”.

O superintendente do Hospital das Clínicas, Emílio Curcelli, adiantou que será aberto uma sindicância para apurar as responsabilidades dos médicos denunciados. “Todo será apurado, mas precisamos ter cuidado para não generalizar. Isso não é normal no hospital e não podemos concordar com atitudes como esta”, disse Curcelli. Veja o vídeo da integra da reportagem.