Hemocentro de Botucatu alcança o desempenho excelente no Programa Nacional de Controle de Qualidade

O Hemocentro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) foi qualificado como excelente na avaliação anual do Programa Nacional de Controle de Qualidade 2015 (PCNQ), patrocinado pela Sociedade Brasileira de Análises Clínicas.

Com esse desempenho, o Hemocentro do HCFMB, que é referência nas áreas de Hematologia e Hemoterapia, apenas reforça seu prestígio, credibilidade e excelência nos processos realizados em seus laboratórios, desde a captação, distribuição e transfusão do sangue, além de outros procedimentos especiais, como coleta de plaquetas e células tronco. 

O Hemocentro participa de diferentes programas de avaliação desde sua fundação, em 1982. Coordenados pelo Ministério da Saúde (MS), participam de Avaliação Externa da Qualidade os laboratórios de Imuno-Hematologia, Sorologia, Hemocomponentes, Citometria de Fluxo e Carga Viral.

São participantes do Programa Nacional de Qualidade (PNCQ) os laboratórios de Sorologia, Hemostasia, Hematologia e Bioquímica Eritrocitária. O Hemocentro também participa de programas de avaliação ligados à Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH), Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC) e o International External Quality Assessment Scheme, promovido pela World Federation Hemophylia.

Todo o controle de qualidade é feito baseado nos processos rotineiros realizados no Hemocentro. A supervisora da Seção Técnica de Desenvolvimento, Diagnóstico e Controle da Qualidade do Hemocentro, Valéria Nogueira Dias Paes Secco, explica sobre esse controle. "Mesmo que o sangue coletado seja transportado a outro serviço de hemoterapia ou outros hospitais da região, continuamos responsáveis pela qualidade dele. Nosso controle é feito não só na coleta, mas também na triagem clínica, sorológica e imuno-hematológica, além do processamento, por armazenamento e distribuição do hemocomponente preparado. Somos responsáveis todo o processo de transferência e transporte desse sangue até a transfusão, não importa onde ela aconteça", diz.

O complexo de laboratórios do Hemocentro recebe todo mês para a avaliação prática amostras destinadas a realização dos testes do PCNQ. Para avaliação teórica, recebe questionários, artigos e textos. Tanto os resultados práticos quanto teóricos são encaminhados via sistema. Os resultados dessas avaliações são enviados de acordo com o percentual de acertos obtidos nas avaliações. 

O diretor do departamento de Hematologia e Hemoterapia do Hemocentro do HCFMB, Dr. José Mauro Zanini, afirma que os laboratórios do Hemocentro obtém 100% de acerto nas respostas das análises. "Estes acertos mostram que conseguimos manter sempre o nosso padrão de qualidade e segurança, desde a coleta até a transfusão de sangue", diz.

Zanini sente-se orgulhoso pelo desempenho do Hemocentro no PNCQ e nos diferentes programas de avaliação externa da qualidade dos quais participa. "Sinto que a equipe do Hemocentro está devidamente capacitada e altamente qualificada. Uma equipe que estuda, trabalha e veste a camisa. O Hemocentro não seria considerado excelente em uma avaliação tão importante se não houvesse o comprometimento de todos. É um trabalho em equipe muito bem realizado, do qual tenho muito orgulho", finaliza.