FMB desenvolve pesquisa sobre sexo entre mulheres

Pesquisa desenvolvida pela professora Marli Teresinha Cassamassimo Duarte (foto), do Departamento de Enfermagem, da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), tem por objetivo conhecer aspectos relacionados à saúde sexual e reprodutiva de mulheres que fazem sexo com mulheres. O estudo pretende reconhecer necessidades de saúde e de acesso a serviços de saúde para oferecer subsídios para formulação de políticas públicas destinadas a este grupo e, dessa forma, contribuir com a efetivação de seus direitos.

Para atingir tal finalidade, as mulheres que participarem da pesquisa terão direito a realização de exame de papanicolau, HIV, sífilis, hepatites B e C, exame para detecção de HPV, gonorreia e outras doenças sexualmente transmissíveis, não ofertados na rede pública de saúde. Além disso, uma série de orientações importantes serão transmitidas para a preservação da saúde feminina. 

“Mulheres lésbicas e bissexuais sentem-se inibidas em procurar ajuda do ginecologista. Sem orientação adequada, algumas acham que só desenvolvem câncer de útero àquelas que têm relações heterossexuais, deixando de prestar atenção a um fator de aumento de risco para as mulheres que nunca tiveram uma gravidez, e ainda desconsiderando a necessidade de fazerem os exames e a prevenção de DST'S/AIDS”, destaca professora Marli.

A pesquisa garantirá sigilo de todas as participantes. Para conhecer e fazer parte da pesquisa entre em contato com um dos telefones: (14) 3811-1125; (14) 99602-8252 (vivo); (14) 98128-8121 (tim); (14) 991470880 (claro), ou pelo e-mail: projetocsmsm@gmail.com.