Crianças em tratamento contra o câncer terão espaço ampliado

Crianças com câncer atendidas pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), autarquia vinculada ? Secretaria de Estado da Saúde, terão mais um auxílio no tratamento da doença. Inaugurada oficialmente, nessa terça-feira, 15 de fevereiro, a nova sala de emergência instalada no Ambulatório de Oncologia Pediátrica da instituição está preparada para dar suporte médico a esses pacientes.

O espaço, que já vinha sendo utilizado pelo hospital, passou por melhorias e conta agora com novos equipamentos. Foram instalados no local monitor cardíaco, otoscópio (usado para observar o interior da orelha), aparelho de aferição de Pressão Arterial, carro ergométrico e cardioversor, para a assistência aos mais de 30 pacientes que atualmente são acompanhados na unidade somente em quimioterapia.

Com as novas aquisições e também a reforma, o local poderá atender a emergências eventuais que venham a ocorrer durante o tratamento. Também serão realizados procedimentos que necessitem de sedação como coleta de liquor e biópsias de medula, entre outros. “O paciente com câncer é muito sensível e pode apresentar complicações durante o tratamento. Isso faz com que ele precise de cuidados mais intensivos das equipes que o acompanham. Essa sala é voltada a esse tipo de tratamento por oferecer uma estrutura em conformidade com essas necessidades”, explica a médica Lied Pereira, responsável pela Oncologia Pediátrica do HCFMB.

Foram investidos R$ 32 mil para readequação e compra dos aparelhos, com recursos vindos de campanhas do Instituto Ronald McDonald – da rede de lanchonetes McDonald’s – como o McDia Feliz. Desde 2009, a iniciativa ocorre em Botucatu e já arrecadou mais de R$ 84.400. O restante do dinheiro deve ser destinado a outros projetos que estão nos planos do HC. Segundo Paulo Nogueira, proprietário da franquia local da rede, a colaboração com o serviço de oncologia tem sido importante na melhoria da assistência ? saúde de população.

“O McDia Feliz é o principal projeto social da rede há 23 anos. Todo dinheiro obtido com a venda dos lanches pelos restaurantes participantes é revertida a projetos que tratam de crianças e adolescentes com câncer. Hoje é um dia especial para nós, pois vemos que o esforço da campanha tem sido revertido em benefício de instituições da própria cidade”, frisa Nogueira.

{n}Oncologia em Números{/n}

Atualmente, cerca de 100 crianças são acompanhadas na Enfermaria de Oncologia Pediátrica do HCFMB e a maioria delas passa por tratamento contra a Leucemia – tipo de câncer mais comum em criança, representando 33% entre os casos da doença, seguido por tumores no sistema nervoso central e linfomas.

O volume de atendimentos na unidade tem crescido gradativamente nos últimos anos, saltando, por exemplo, de 316 consultas em 2008 para 798 em 2010. Em 2011, até outubro, foram atendidos 20 casos novos na Oncologia Pediátrica.

Há três anos, o serviço atendeu, no período de 12 meses, 23 casos novos e realizou 380 sessões de quimioterapia. Já no ano passado, 36 novos pacientes passaram a ser tratados no HCFMB e 549 procedimentos quimioterapia foram executados.

Fonte:
Leandro Rocha
Assessoria de Comunicação e Imprensa