PM realiza “Operação Dia das Mães“ na região

O 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM-I) de Botucatu está realizando na região a chamada “Operação Dia das Mães”, com a utilização do efetivo administrativo no policiamento ostensivo. Na área comercial de Botucatu, em razão do movimento de pessoas realizando as compras de presentes para o dia das mães estão sendo utilizados policiais a pé e motorizado, para garantir a segurança e tranquilidade das pessoas.

“É importante lembrar que além do policiamento, a população também pode contribuir para a segurança, tomando cuidado com os objetos pessoais (bolsas, carteiras e celulares), principalmente, quando estiver fazendo as compras, e se desconfiar de algo ligar para o 190 da Polícia Militar”, orienta o tenente Mariotto, que comanda a operação em Botucatu.

Em Laranjal Paulista foram cumpridos diversos mandados de busca, em locais onde haviam denúncias anônimas de tráfico de entorpecentes, com apoio da Força Tática de Botucatu, comandada pelo tenente Cagliari e o efetivo Policial Militar de Laranjal Paulista, Conchas e Pereiras, sob o comando do tenente Colussi.

Durante a vistoria em uma casa no Sitio São José, Bairro Abóboras, foi preso Moisés Queiroz Chinderoli, sendo localizado em sua casa uma garrucha calibre .380, 04 porções de maconha, 05 celulares e R$ 4.234,00. Ao mesmo tempo era preso em sua casa na Rua Lázaro Pires, na Vila Zalla, Manoel José de Rocha, vulgo “Preto”, sendo apreendido com ele 129 pedras de crack, 67 gramas de cocaína, uma pedra bruta de crack de 15 gramas, 01 balança de precisão, 02 celulares e R$ 434,00.

O que chamou a atenção dos policiais foi no momento em que as ocorrências eram apresentadas na Delegacia de Laranjal, um dos telefones de Moises recebeu uma mensagem de texto, informando-o para tomar cuidado, pois estava havendo uma operação da polícia e que “Preto” havia sido preso.

Diante disso ficou caracterizada para a PM a associação para fins ilícitos, sendo ambos presos em flagrante delito pelos crimes de tráfico de entorpecentes, associação para o tráfico e posse ilegal de arma.

“Graças as denúncias anônimas foi possível realizar o planejamento desta operação que resultou de forma positiva na prisão de duas pessoas ligadas ao tráfico”, comento o capitão Aleksander, coordenador operacional do 12º BPM-I, adiantando que outras operações como esta serão desencadeadas em todos os 13 municípios da região que fazem parte da área de comando de Botucatu.