Acusado de tráfico tenta escapar da PM tomando taxi

Tudo começou com uma denúncia anônima revelando que na Praça Tonico e Tinoco, região central de São Manuel um cidadão estaria realizando o crime de tráfico de entorpecentes, vendendo entorpecentes a usuários.

No local compareceram os policiais militares cabo Fabiano e soldados Silveira, Gonçalves e Marques, entretanto, o acusado já havia isso embora. Prosseguindo as averiguações os PMs constataram através informações de testemunhas que ele havia tomado um táxi.

Com as características do veículo, foi realizado um cerco e o táxi acabou sendo localizado no Jardim Santa Terezinha. No banco de passageiro, foi abordado Douglas César de Barros, de 20 anos de idade. Na busca pessoal foi encontrado com o averiguado, no bolso da sua blusa 05 porções de cocaína. No banco traseiro, mais precisamente entre o encosto e o assento do banco onde ele estava, foi apreendido mais 17 porções da mesma droga.

Barros recebeu voz de prisão no local e foi encaminhado ao Plantão Permanente onde o delegado José Mário Toniato, confeccionou o Boletim de Ocorrência (BO) e o indiciado acabou sendo recolhido ? Cadeia Pública local, permanecendo ? disposição da Justiça. O taxista prestou depoimento como testemunha e foi liberado.

{n}{tam:25px}Mais 58 pedras de crack{/n}{/tam}

{bimg: 24817:alt=interna1:bimg}

Outro flagrante de tráfico de entorpecentes realizado pela Polícia (PM) de São Manuel teve a atuação dos cabos Mattos e Márcio e soldados Madeiri e Ângelo, na Rua São José, na Vila Santa Terezinha. Foi preso na operação, Rodrigo José Floro, o “Nó”, de 28 anos, elemento já conhecido nos meios policiais. No momento da prisão o indiciado estava acompanhado de um adolescente de 16 anos de idade.

Consta no relatório que os policiais estavam em trabalho de patrulhamento preventivo quando ouviram vozes vindas do interior de uma casa abandonada. Eles entraram e abordaram Floro, que tentou fugir, mas foi contido. Com ele havia 11 pedras de crack e a quantia de R$ 322,00 em dinheiro. Com o adolescente encontrado mais R$60,00.

Prosseguindo o trabalho os PMs realizaram vistoria pela casa e encontraram em um buraco no chão coberto por tacos do piso, outras 47 pedras de crack. Encaminhado ? delegacia “Nó” foi enquadrado em crime de flagrante de tráfico de entorpecentes pelo delegado José Mário Toniato e recolhido ? Cadeia Pública. O adolescente foi liberado na presença do seu genitor.