Vândalos colocam sabão em pó em fonte de praça pública

A Guarda Municipal de Botucatu (GCM) foi acionada para atender uma ocorrência inusitada nesta quinta-feira (19). Indivíduos ainda não identificados colocaram sabão em pó na água da fonte existente na Praça Isaltino Pereira, região do Jardim Paraíso. Atenderam esta ocorrência os GCM´s Lazarini e Jayme.

Aportando ao local os agentes constataram que o produto químico misturado na água havia resultado em uma grossa camada de espuma que se formou pelo fato do motor que movimenta água estar ligado, causando um grande transtorno aos responsáveis pelo local e para os frequentadores da praça.

“Nesses casos específicos, a GCM orienta para que os moradores que flagrarem atos de vandalismo como este, liguem para o telefone de emergência (199), sem precisar se identificar, denunciando. Os moradores, numa situação como esta têm mais possibilidade de observar e nos ajudar a coibir tais atos e fazer o flagrante”, disse o subcomandante da GCM, Leandro Destro.

{n}Mulher é apoiada {/n}

Uma moça de nome Adriana A.B.R. de 26 anos de idade compareceu na Base Operacional da Guarda Municipal, orientada pela equipe da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) para que solicitasse uma viatura para deslocamento até sua residência na Rua Marciano Zacarias na Vila dos Pescadores, do Porto Said.

Relatou que após várias brigas conjugais com seu companheiro resolveu separar-se do mesmo, porém, teria que retirar seus pertences, bem como seu filho de 03 anos da casa. Com o apoio da PM Almeida, responsável pelo patrulhamento rural daquela região, a guarnição composta pelos agentes Cristiane e Prado acompanharam a mulher que realizou seu intento sem reação de seu companheiro.

{n}Não pagou pensão {/n}

Outra ocorrência da GCM foi registrada na Avenida Floriano Peixoto, quando os agentes Cristiane e Prado detiveram um indivíduo de 39 anos que estava com pendências na justiça cível pelo não pagamento de pensão alimentícia. Após registro na 1ª Central de Polícia Judiciária o mesmo foi encaminhado até a Cadeia Pública de Porangaba.

{n}Apoio ao Poder Judiciário {/n}

Em cumprimento a um mandado judicial e apoio a um Oficial de Justiça, os agentes municipais Vaz e Machado foram até a Rua José Emanuel Ignácio nº 613 e acompanharam o momento em que uma adolescente de 14 anos foi devolvida a guarda de sua mãe, visto que, estava morando com um indivíduo maior de idade sem a devida autorização dos pais.

{n}Menor furta acelular {/n}

Já as agentes Paula e Amância foram acionados para atender um caso de furto de celular, chegando rapidamente ao local, detendo o menor infrator e conduzindo as partes até a 1ª Central de Polícia Judiciária onde foi restituído o aparelho ao seu proprietário.