Tribunal de Júri realiza o primeiro julgamento do ano

Na próxima quinta-feira, a partir das 9 horas, o Tribunal de Júri de Botucatu estará realizando o primeiro julgamento de 2015, tendo na presidência dos trabalhos o juiz Marcus Vinicius Bachiega. Senta-se no banco dos réus, Celso Nicolosi, que nos autos do processo consta como autor de um crime de homicídio tentado cometido contra Astrogildo Luiz Valério. Crime ocorrido em 15 de maio de 2009, no Jardim Ciranda.

Segundo consta na denúncia, a vítima alienou um imóvel para o denunciado, mas devido a problemas na casa, dirigiu-se até o local com um engenheiro civil para realizarem uma vistoria. Todavia as partes não chegaram a um acordo, ocasião em que o denunciado teria isso ao seu carro apoderado-se de um revólver, vindo em direção a vítima.

Quando estava a uma distância aproximada de um metro,  teria apontado a arma em direção ao peito da vítima e apertado o gatilho, mas o disparo falhou, apenas picotando a cápsula de espoletamento. O réu reconheceu que apontou a arma para a vítima, no entanto, alegou que sabia que ela não funcionava, sendo que seu objetivo era a intimidação.

O réu será defendido pelo advogado criminalista Roberto Fernando Bicudo e como representante do Ministério Público estará o promotor de Justiça, Marcos José de Freitas Corvino. Um júri popular composto de sete pessoas que serão sorteadas entre as 25 convocadas vai definir a culpabilidade do réu.