Polícia Rodoviária de Avaré prende advogados de Botucatu por tentativa de suborno

Na última sexta-feira, 13, o Jornal Acontece Botucatu noticiou a prisão de um homem suspeito de tráfico de drogas. Ele foi parado na Castello Branco e num fundo falso de uma caminhonete S-10, os policiais encontraram quase 200 quilos de maconha.

Detido, o motorista da caminhonete solicitou serviços de advogados de Botucatu. Segundo o boletim de ocorrência, um dos advogados teria ligado aos policiais e oferecido R$ 3 mil para liberação do suspeito de tráfico de drogas. Os policiais marcaram a entrega do dinheiro na base policial, por haver câmeras de segurança, que filmariam a prática do suborno.

Quando a quantia foi entregue pelo advogado Claudio Benedito Galhardo Paganini, de 55 anos, e o bacharel em direito Rodrigo Carnieto, 39, ambos de Botucatu, eles receberam voz de prisão por corrupção ativa, que foi ratificada no plantão policial de Avaré. Eles, e o suspeito de tráfico de drogas, Evandro Fávero Martins, foram encaminhados ao CDP de Cerqueira César, ondem permanecem à disposição da Justiça.

OAB se manifesta

O Acontece Botucatu entrou em contato com o Presidente da Ordem dos Advogados de Botucatu, Dr. André Nogueira. Segundo ele a OAB está acompanhando o caso desde a prisão dos colegas do direito. “Ao saber da prisão, eu solicitei apoio dos colegas da OAB de Avaré, através do Presidente, Dr. Francisco, e agora estamos aguardando a manifestação das famílias, que tem advogados próprios, e também o resultado de um pedido de liberdade provisória para verificar os próximos passos que a OAB tenha que tomar. Se houver comunicação à Ordem, também será instaurado um procedimento ético para verificação de descumprimentos dos deveres funcionais de administrativos dos advogados”, explicou Nogueira.

Relembre o caso

Na última sexta-feira, 13, durante patrulhamento de rotina pela rodovia SP-280, Castello Branco, em Avaré, uma equipe da polícia Rodoviária ordenou a parada de uma caminhonete S10, placas de Altônia, Paraná.

A atitude do motorista, que não teve o nome divulgado pela polícia, chamou a atenção dos policiais, que passaram a fazer uma revista minuciosa no veículo. Na carroceria da caminhonete havia sinais de alteração e neste local foi descoberto um fundo falso. Com ajuda de ferramentas especiais, os Rodoviários abriram a lataria e encontraram uma grande quantidade de maconha, pesando pouco mais de 150 quilos.

O motorista foi levado ao plantão policial de Avaré, onde foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, ficando à disposição da Justiça.