Nova base fixa da GCM será inaugurada no Paratodos

A Guarda Civil Municipal (GCM) inaugura na próxima sexta-feira (13) uma nova base fixa de atendimento ao público em frente a Praça Coronel Moura – Paratodos, região central da Cidade, que será destinada ao monitoramento da região central. No local, também funciona um posto de ônibus que liga o centro com a parte alta da Cidade (Vila dos Lavradores, Vila Antártica, Jardim Paraíso, etc).

“Como estará em um ponto estratégico a unidade fixa também poderá ser utilizada pela Polícia Civil e Militar, já que muitas operações desenvolvidas na Cidade são feitas, conjuntamente. É mais um instrumento importante que visa dar maior segurança ? população”, disse o secretário de Segurança Pública e Direitos Humanos, delegado Adjair de Campos.

O prefeito João Cury Neto, também já anunciou que o orçamento de 2013 contará com uma dotação específica destinada para que a Guarda Municipal possa planejar um aumento do seu atual quadro de efetivo. Outra informação importante é que a Cidade está prestes a receber recursos que totalizam R$ 388 mil que deverão ser investidos na aquisição de seis novos veículos, coletes balísticos, material de informática e mais de 600 horas de capacitação continuada aos 65 agentes da corporação.

“O valor foi conquistado junto ao Governo Federal, através da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Além de Botucatu, apenas outros 11 municípios brasileiros tiveram seus projetos aprovados em um processo de seleção que envolveu 268 cidades”, explicou Cury lembrando que a Administração Pública Municipal prepara para este ano a instalação, no prédio da Prefeitura, de uma Central de Controle de Operações, que unificará tanto os monitoramentos na parte de segurança quanto de trânsito e transporte público.

{n}Cidade segura {/n}

Adjair de Campos lembrou que Botucatu, pelo segundo ano consecutivo, foi considerada a cidade mais segura do Estado de São Paulo entre os municípios com mais de 100 mil habitantes. Os dados são da Coordenadoria de Análise e Planejamento da Secretaria dos Negócios de Segurança Pública do Estado de São Paulo, referentes ao ano de 2011.

“No levantamento foram considerados cinco itens: homicídio, roubo, furto, furto de veículo e roubo de veículo. Botucatu teve o índice mais baixo em três deles: roubo, furto de veículo e roubo de veículo. A queda nos registros foi acentuada. Em 2007, por exemplo, o Município contabilizou 192 roubos, enquanto em 2011 foram 85”, compara o secretário.

Já os crimes de furto e roubo de veículos, que em 2005 somaram um total de 219 casos, caíram para 80 no ano passado. O número de homicídios é o quinto menor comparado a 48 cidades do mesmo porte, exceto a Grande São Paulo. Além disso, a taxa desse delito por 100 mil habitantes foi de 5,40, bem abaixo da média do Estado, que chegou a 10.

{n}Profissionais preparados{/n}

O secretário de Segurança frisou que a Prefeitura Municipal tem investido, permanentemente, em capacitação do corpo efetivo da GCM, que hoje conta com 65 agentes, armamentos e sistemas informatizados, como o Informações de Segurança (Infoseg) e, mais recentemente, o Sistema de Inteligência e Estatística da Guarda Municipal (SIEG), que permitirá acesso a um gigantesco banco de dados que fornecerá informações de todas as regiões da Cidade em tempo real. Cita que existem os projetos educacionais e de conscientização junto com a comunidade infantil e adulta, como o “Patrulha da Paz”, “Cidadania e Civismo” e “Corujão”, voltados ? prevenção da criminalidade.

“Hoje, a nossa Guarda Municipal disponibiliza aos seus agentes, 34 armas de fogo e mais 25 tasers (armas não letais de condução elétrica). Para tal, o efetivo está capacitado de forma técnica e psicológica para o uso dos armamentos pela Polícia Federal”, enfoca Campos. “Também proporciona constantes treinamentos aos soldados, como o curso ministrado por um dos instrutores da formação das polícias de elite do Rio de Janeiro, que inclui o Batalhão de Operações Especiais (Bope)”, emenda.

Atualmente, a GCM monitora 86 prédios públicos municipais e com oito câmeras observa, atentamente, todos os acontecimentos na Praça do Paratodos e ruas Major Matheus, na Vila dos Lavradores e Amando de Barros, no Centro. “Vale ressaltar a implantação da base da GCM no Terminal Rodoviário, porta de entrada e saída do Município, o qual chega a registrar uma circulação de 1.500 pessoas por dia e atualmente não possui uma ocorrência sequer”, finalizou Adjair de Campos.