GCM faz apreensão de armas em residencial

Atendendo solicitação feita via 199 os agentes municipais Santos e Machado compareceram na Rua José Lemes, Residencial Maria Luiza, onde de acordo com informações uma mulher havia adentrado na residência de uma vizinha, muito nervosa e com uma criança nos braços, informando que tinha sido agredida pelo seu amásio e que ele a ameaçou de morte.

Guarnição fez contato com a referida mulher que confirmou o fato e informou que seu amásio encontrava-se em sua residência, na mesma rua. Questionada se desejava representar contra seu amásio ela demonstrou interesse. Os agentes deslocaram-se até a residência da vítima para fazer contato com o acusado. A mulher ainda relatou que o companheiro tinha em sua posse duas armas de fogo.

Foram realizadas buscas pela residência e logrado êxito em encontrar as duas armas, sendo uma de pressão (pistola Beemamm P17) e uma garrucha da marca Smith Welson de cinco tiros, sem numeração aparente, calibre 32, que estavam escondidas dentro de uma caixa em uma bolsa verde. Inquirido o cidadão alegou que a pistola foi comprada em uma loja e a garrucha era herança de seu avô.

Diante dos fatos, as partes foram encaminhadas ao Plantão Policial, juntamente com os objetos encontrados, onde o delegado José Sergio Palmieri Júnior tomou ciência do ocorrido e elaborou o Boletim de Ocorrência (BO) de posse irregular de arma de fogo de uso permitido, arbitrando a fiança no valor de R$ 1.500,00. Como a dívida não foi honrada o mesmo acabou recolhido a Cadeia Pública de Itatinga, permanecendo á disposição da Justiça. Com relação às agressões a mulher não mais quis representar contra seu amásio.