GCM atende caso de maus tratos contra criança

Atendendo solicitação feita via 199, à guarnição do Grupo de Patrulhamento Ambiental (GPA), formada pelos guardas municipais inspetor Carlos e agente Di Santi, conjuntamente com o Conselho Tutelar, se deslocou até a Rua Julierme de Abreu Castro, Bairro do Rio Bonito,  para registrar a uma ocorrência de maus tratos contra criança.

No local percebido que havia um homem com uma criança em uma casa abandonada e que ela estava em situação muito precária. Realizado contato com o referido homem que franqueou a entrada da guarnição e das conselheiras e dento da casa estava uma criança de dois anos de idade, do sexo feminino.  Ele foi questionado quanto aos documentos da menina e alegou não tê-los.

Disse também que estava pelo local a cerca de um mês e que a mãe da menina havia abandonado a casa. Portanto, foram acionados os pais desse homem que compareceram ao local, juntamente com a mãe que ficou com a criança levando-a para sua residência com melhores condições de higiene, saneamento básico e estrutural. Não foi divulgado por que a criança estava com o pai em  situação de miserabilidade.