DISE e GCM apreendem 30 “tijolos” de maconha

Um trabalho integrado entre os agentes do Grupo de Proteção Ambiental (GPA), da Guarda Civil Municipal (GCM) e policiais da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) resultou na apreensão de 30 “tijolos” prensados de maconha, mais três porções brutas, totalizando 29,35 quilos. Operação foi deflagrada na Rodovia Alcides Soares, entre Botucatu a Vitoriana e que dá acesso a Rodovia Geraldo Pereira de Barros, que liga São Manuel a Piracicaba.

Operação teve início por volta das 13 horas nas proximidades de uma pedreira quando o inspetor Carlos e o agente Marcos faziam patrulhamento e se depararam com uma caminhonete Dodge Dakota, de uma empresa de Ponta Grossa, PR, parada na beira da pista. Quando o condutor percebeu a viatura, desesperou-se e se atirou ribanceira abaixo, bastante íngreme, rolando a uma altura de 60 metros, deixando para trás seus documentos pessoais na cabine e a chave de ignição no contato.

Foi solicitado reforço e compareceram no local os agentes Camargo e De Santi e os investigadores da DISE, Bassetto e Valmir que detectaram que ele tinha envolvimento com o tráfico. Pela foto do documento os agentes municipais reconhecerem ser o mesmo que fugiu ribanceira abaixo ao ver a viatura. Feito uma varredura pelo local de difícil acesso e ao final da ribanceira, já por volta das 19 horas, depois de muita procura um saco preto foi visualizado e dentro dele estava a droga.

O delegado Paulo Buchignani diz não ter dúvida de que a pessoa que fugiu será enquadrada no inquérito policial e ter sua prisão expedida pelo juiz por tráfico de entorpecentes. Segundo ele aquele local por ser de difícil acesso é usado por traficantes como um “mocó” (esconderijo).

“Um deixa a droga em um local determinado e outro vem para apanhar. Isso significa que outras pessoas podem estar envolvidas e que fugiram quando perceberam a movimentação policial, mas tiveram um prejuízo de R$ 100 mil. O trabalho integrado da DISE e GCM e também com a PM será intensificado. São as forças de segurança trabalhando juntas para combater o inimigo comum que é o criminoso”, concluiu.