Caçador é detido por abater animal silvestre

Checando uma denúncia feita, anonimamente, via 190, revelando que um indivíduo praticava caça a animais silvestres nas proximidades do Condomínio Tabarana em Anhembi, os policiais militares sargento Souza, cabo André e soldado Castilho, realizaram um flagrante de crime contra a natureza.

Na informação constava que um cidadão, fazia uso de arma de fogo e estaria em um Veículo Marca VW, modelo Apolo, cor vermelha, de placas BGW-5447, município de Santa Bárbara do Oeste. E foi a descrição do veículo que fez com que os policiais chegassem até um homem de 70 anos de idade chamado André, trafegando pela Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira, em Anhembi.

Efetuando a revista no interior do carro, a PM encontrou no porta-malas do veículo, no interior de uma caixa de isopor, um tatu abatido e uma armadilha para caça do animal. Indagado a respeito da arma de fogo que teria sido usada para abater o animal, ele informou que encontrava-se em seu rancho localizado no Condomínio Tabarana.

Realizada diligência ao local, e após ter a entrada franqueada na residência, os policiais localizaram no interior do guarda roupas, dentro de uma caixa, uma espingarda cartucheira calibre 12 e cinco cartucho intactos. Indiciado, caça, arma e munições foram apresentadas na Delegacia de Polícia onde os objetos foram apreendidos. O caçador, após ser qualificado, foi liberado.