Adolescentes “caçadores” acabam flagrados pela GCM

Um caso de infração de caça foi atendido pelos agentes da Guarda Civil Municipal (GCM), na Rua Luiz Fernando Galvani, região do Jardim Real Park que estavam em patrulhamento e visualizaram dois jovens, menores de 18 anos, caçando pássaros com alçapão.

As partes foram abordadas e encaminhadas ao 2º Distrito Policial (DP) onde o delegado Marcos Mores elaborou o Boletim de Ocorrências (BO) de ato infracional, sendo a ave, da espécie, popularmente, conhecida como coleirinha, juntamente com o alçapão apreendidos, encaminhados ao Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Silvestres (CEMPAS) da Unesp. Os jovens foram deixados cada qual com seus respectivos responsáveis legais.

O CEMPAS, administrado pelo professor doutor, Carlos Teixeira, atende várias espécies de animais que são encontradas fora do seu habitat natural e conta com uma equipe especializada e treinada para cuidar de diferentes espécies de animais silvestres, resultado de apreensões feitas pela Polícia Ambiental, GCM, vítimas de atropelamentos em estradas ou ainda vindos de pessoas que criam os animais e depois resolvem abandoná-los.
Animais, com esta ave, que foram retirados de seu habitat natural e tiveram pouco convívio com o ser humano são tratados, recuperados e soltos.

{n}Rapaz ameaça matar a família{/n}

Atendendo solicitação via rede de rádio a GCM compareceu na Rua Agenor Nogueira, na Vila Aparecida, onde um rapaz estava bastante agressivo e agitado e, segundo informações de familiares passava por tratamento junto a Unesp por problemas psiquiátricos e também tem histórico com uso de entorpecentes.

O rapaz reclamava que havia sido roubado por seus familiares e em dado momento entrou na residência e começou a quebrar objetos. Posteriormente, saiu da casa e pegou um pedaço de tijolo passando a ameaçar familiares e a danificar uma moto. Dizia que queria matar seus familiares e depois tirar a própria vida.

O rapaz, que não teve o nome divulgado foi dominado e conduzido até o Pronto Socorro (PS) da Unesp por onde permaneceu aos cuidados da equipe de enfermagem do local, para posterior atendimento médico.

{n}Atendimento ? família de migrantes{/n}

Na Rua Tiradentes, região do Jardim Central, a GCM realizou o auxílio a uma família de migrantes oriundos da Cidade de Jacarezinho-PR com destino a cidade de Barueri-SP, na noite desta segunda-feira, com um clima de muito frio.

Essa família foi conduzida ao Projeto Centro de Atendimento ao Migrante Itinerante e Mendicância (CAMIM) onde permaneceu aos cuidados dos responsáveis do local, pois não possuíam um local para pernoitar, passando pelo atendimento da equipe de Assistência Social.

{n}Crimes contra o patrimônio{/n}

Através da equipe do Grupo Especializado em Patrulhamento Ostensivo com Motocicleta (GEPOM), a GCM compareceu na Avenida Vital Brasil, na Vila Aparecida, onde um rapaz em atitude suspeita estava em posse de um aparelho toca CD’s, um aparelho celular e cerca de R$ 96,00. Questionado quanto ? procedência do toca CD’s o rapaz revelou que era de um amigo, o qual não pode apresentar a nota fiscal por não estar em posse da mesma. Foi conduzido ao Plantão Policial onde foi elaborado o Boletim de Ocorrência (BO).

Em outra ocorrência a GCM em patrulhamento de rotina pela Avenida Paula Vieira, na Vila Jaú realizou a averiguação de um indivíduo que após consulta de seus dados criminais via Infoseg constatou que a parte apresentava pendências com a Justiça (mandado de prisão em aberto). Assim o indivíduo foi conduzido a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) para uma averiguação mais detalhada.