Unit lança cursos com mais de 1,4 mil vagas

A Prefeitura de Botucatu, dentro do programa Todos pelo Emprego, promoveu no salão social da Associação Atlética Botucatuense (AAB), o lançamento dos cursos gratuitos de qualificação profissional pela Universidade do Trabalhador (Unit) para o ano de 2014. O evento contou com a presença do prefeito de Botucatu, João Cury Neto; secretários municipais; representantes da classe empresarial; além dos alunos que já tiverem cursos iniciados neste ano.

No total, em 2014, estão confirmadas 1.470 vagas distribuídas em 20 cursos, sugeridos como demanda das empresas locais. Eles contam com cargas horárias que variam entre 16 a 240 horas e serão executados em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), e Serviço Social do Transporte / Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat). Essa qualificação em massa atende ao setor de comércio/serviço, construção civil e indústria. A contrapartida de investimentos do Poder Público nestes cursos ultrapassará os R$ 130 mil.

Neste ano já estão em andamento na Unit II os cursos de Chapeador de Peças Aeronáuticas (duas turmas – total de 60 alunos matriculados); Soldador MAG (três turmas – 32 alunos); Auxiliar de Montagem de Carroceria (35 alunos; e Eletricista Instalador (três turmas – 36 alunos). Na Unit I, está em execução o curso de Informática Básica (12 alunos) e a partir da primeira semana de abril tem início cursos de Excel Básico (duas turmas – 24 alunos). Ou seja, em menos de quatro meses já são 199 pessoas em plena capacitação profissional.

Os cursos de Mototaxista e Motofretista estão com pré-inscrições abertas. Serão 300 vagas distribuídas em 12 turmas, seis para cada curso. Em maio e junho deste ano também serão abertas inscrições para Auxiliar de Montagem de Carroceria (30 vagas); Soldador MAG (três turmas – 12 vagas cada); e Eletricista Instalador (três turmas -16 vagas cada).

O prefeito João Cury Neto fez questão de elogiar o esforço daqueles que já se matricularam nos cursos da Unit porque acreditam que a chave para o ingresso ao mercado de trabalho é qualificação. “Neste sentido a Unit é excelente. Ela é o melhor exemplo do imposto que é pago e volta direto para a própria população, com cursos de qualificação 100% gratuitos. E não tem dinheiro melhor empregado do que no conhecimento e isso gerar novas oportunidades de trabalho, o que verdadeiramente liberta o homem”, comenta.

{n}Resultados da qualificação{/n}

Em 2013, a Prefeitura de Botucatu qualificou também de forma gratuita 1.192 pessoas. Não apenas em parceria com as entidades que compõem o sistema “S” como Senai e Sest/Senat, mas também através de programas dos governos Federal (Pronatec) e estadual (Via Rápida).

Paralelamente, Botucatu fechou o ano de 2013 com 39.663 mil empregados com carteira assinada, segundo Ministério do Trabalho, que utiliza dados de base do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).
Em comparação ao fechamento de dezembro de 2012, quando havia 37.019 empregados, foram criadas em Botucatu, no período de um ano, mais de 2,6 mil vagas formais de trabalho, crescimento de 7%. Este índice é bem superior ? média do Estado que, também na comparação 2012/2013, foi de 3%.

O setor de serviços é o que mais cresceu na Cidade. Até dezembro de 2013 ele registrava 14.614 empregados, 36,85% do mercado de trabalho local. Na sequência está a indústria (12.341 / 31,11%); comércio (8.205 / 20,69%); agricultura (3.436 / 8,66%); e construção civil (1.067 / 2,69%).