Sabesp orienta população a economizar água

O volume de água do Rio Pardo, na represa do Mandacaru (foto), manancial utilizado para o abastecimento de água na cidade de Botucatu, apresenta redução e queda na vazão devido ? falta de chuvas e altas temperaturas. A água captada no rio é direcionada ao tratamento, seguindo aos centros de reservação para distribuição ? s moradias. O comportamento do sistema depende dos índices de chuvas nos próximos dias.

Há ainda como reflexo do calor o aumento de consumo, que superou os 200 litros por habitante/dia, quase o dobro do recomendado pela ONU (de 110 litros por habitante/dia).

No momento, a produção de água está normal e o abastecimento não está prejudicado, mas a situação impõe ao sistema de abastecimento uma condição de extrema atenção e delicada operação. A Sabesp está monitorando continuamente (24 horas/dia) os níveis e vazões da represa do Mandacaru buscando as melhores alternativas para enfrentamento da severa estiagem.

Mas para que os reservatórios de água tratada continuem com níveis satisfatórios, é essencial que a população use este recurso de forma consciente, reduzindo excessos e evitando desperdícios.

{n}Dicas importantes{/n}

A Sabesp reforça o pedido de economize água. A população também pode contribuir, reduzindo o consumo exagerado, seguindo algumas dicas de uso racional para que não falte água na cidade. As recomendações são muito simples e todo mundo pode colaborar:

• Tome banhos curtos e feche o chuveiro ao passar sabonete
• Não lave a calçada ou o carro com mangueira.
• Antes de lavar a louça, retire o excesso de comida com a esponja, sem usar água; deixe a torneira fechada ao ensaboar
•Acumule as roupas para utilizar a máquina de lavar na capacidade máxima. Faça o mesmo com a louça
•Deixe a torneira fechada enquanto escova os dentes ou faz a barba.