FMVZ é destaque no maior evento de avicultura do Brasil

A Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp, câmpus de Botucatu, teve quatro trabalhos premiados na Conferência Facta, um dos eventos técnicos mais importantes do setor de avicultura brasileiro, realizado em Campinas/SP, de 10 a 12 de junho.

O evento, promovido pela Fundação APINCO de Ciência e Tecnologia Avícolas (Facta), reuniu cerca de 700 participantes para um encontro focado em pesquisas, ciência e tecnologias para a avicultura.

Durante a conferência, aconteceu a entrega do Prêmio Lamas 2013, que tem o objetivo de promover a pesquisa acadêmica e laboratorial e a busca de soluções para a cadeia produtiva avícola.

Dentre os 220 trabalhos inscritos, 29 foram de Botucatu, incluindo pesquisas desenvolvidas na FMVZ e no Instituto de Biociências (IB). Das quatro categorias em que o prêmio é entregue (Produção, Sanidade, Nutrição e Outras Áreas) trabalhos desenvolvidos na FMVZ venceram três, além de conquistar uma menção honrosa. O vencedor de cada categoria recebeu um prêmio de 2 mil reais.

Na categoria “Nutrição” o vencedor foi o trabalho “Efeito da Arginina e aditivos fitogênicos em dietas para frangos de corte criados em estresse cíclico por calor sobre resposta imune celular”, de Vitor Barbosa Fascina, pós-doutorando do Departamento de Melhoramento e Nutrição Animal da FMVZ, supervisionado pelo professor José Roberto Sartori.

Na mesma categoria, recebeu Menção Honrosa o trabalho “L- [13C1] metionina como traçador no sangue de frangos de corte em diferentes fases de crescimento”, de Ana Cristina Stradiotti, doutoranda em Zootecnia pela FMVZ e orientada pelo professor Antonio Celso Pezzato. O trabalho foi realizado em parceria com o Centro de Isótopos Estáveis do IB.

Na categoria “Sanidade”, foi premiado o trabalho “Resposta imune de frangos de corte tratados com a proteína flic e desafiados com salmonella typhimurium”, apresentado por Taís Cremasco Donato, a partir da tese de doutorado de Ana Angelita Sampaio Batista. O trabalho foi orientado pelo professor Raphael Lúcio Andreatti Filho.

O trabalho “TURNOVER do carbono-13 no músculo peitoral de frangos de corte na fase de crescimento”, venceu a categoria Outras Áreas. Sua autora é Vanessa Cristina Pelicia, que desenvolve seu pós-doutorado junto ao Centro de Isótopos Estáveis, sob a supervisão do professor Carlos Ducatti, com a colaboração do Laboratório de Nutrição de Aves do Departamento de Nutrição e Melhoramento Animal da FMVZ.

{n}Repercussão{/n}

Para o professor Pezzato esse resultado é a coroação do bom trabalho de equipe realizado pela área de avicultura da Faculdade. “A qualidade dos nossos estudos foi premiada num evento de grande expressão, onde estavam os melhores pesquisadores da área, das melhores instituições. O resultado pode ter surpreendido alguns, mas é fruto de um trabalho que vem sendo realizado há anos”.

O professor Sartori lembrou que a Facta é um evento de caráter exclusivamente técnico, com intensa participação do setor produtivo. “Esse prêmio é muito valorizado pelas universidades e pela indústria na área. É uma felicidade sermos reconhecidos dentro de um universo que envolve todos os centros de excelência em pesquisas sobre o tema”.

O professor Andreatti também ressaltou a importância do evento para a avicultura brasileira. “Além do número de pessoas que participa é um evento que explora muito a parte científica. Para cada um de nós e para a Faculdade esse desempenho é muito significativo”.

Recentemente, pesquisas com enfoque em sanidade avícola desenvolvidas pelo setor de Ornitopatologia do Departamento de Clínica Veterinária obtiveram destaque em eventos científicos importantes. O trabalho “Produção de IgA secretória em frangos tratados com Lactobacillus spp”, apresentado por Ana Angelita Sampaio Batista, a partir da dissertação de mestrado de Ticiana Rocha, foi premiado como melhor trabalho em pôster na categoria “Food Safety” durante o XXIV Congresso Mundial de Avicultura, realizado em Salvador, em agosto de 2012.

Em março de 2013 foi a vez do trabalho “Uso de bacteriófagos líticos na desinfecção de casca de ovos contaminados com Salmonella Enteritidis”, referente ? tese de doutorado de Guilherme Marietto Gonçalves, ser considerado “melhor pesquisa na área de Sanidade” no XI Congresso de Produção e Comercialização de Ovos, promovido pela Associação Paulista de Avicultura. “Estamos cumprindo com o nosso papel de produzir ciência e formar bem as pessoas”, salienta o professor Andreatti. “O setor avícola tem reconhecido nosso trabalho. Isso é estimulante e gratificante”.

{n}Nova estrutura{/n}

A partir do segundo semestre de 2013 a FMVZ deve ampliar seu potencial para desenvolver pesquisas na área de avicultura com a inauguração do Laboratório de Nutrição de Aves II. Ele é fruto de uma parceria antiga com o Centro de Isótopos Estáveis do IB consolidada através do Projeto Temático “Isótopos Estáveis na Zootecnia”, coordenado pelo professor Carlos Ducatti, do Centro, com a participação de professores da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA/Botucatu) e da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV/Jaboticabal).

O montante de recursos utilizados para a construção do novo laboratório foi fornecido pela Reitoria da Unesp, como contrapartida do projeto temático, “Paralelamente, o projeto possibilitou investimentos em áreas como suinocultura, bovinocultura, fábrica de ração, forragicultura, dentre outras”, conta o professor Sartori. “Essa parceria tem nos proporcionado resultados muito significativos em termos de produção científica Essas ampliações de estrutura e novos equipamentos vão melhorar ainda mais nosso desempenho”.

Fonte Assessoria de Imprensa