Firmado convênio para reduzir consumo de energia na Unesp

A CPFL Paulista anunciou, na noite de terça-feira, 31 de agosto, durante inauguração de sua nova agência de atendimento em Botucatu, a oficialização da parceria com a Unesp – Campus Rubião Júnior para a implantação do projeto “Eficiência Energética”. Será feito um diagnóstico imediato dos pontos onde há maior consumo para que sejam implantadas ações de racionalização, como a substituição das lâmpadas atuais por outras mais econômicas.

Professor Sérgio Swain Müller, presidente do Grupo Administrativo do Campus (GAC) da Unesp de Botucatu e o diretor administrativo da Administração Geral (AG), Carlos Winckler, estiveram presentes no evento. Na oportunidade, professor Müller assinou termo de parceria com a companhia energética.

O prefeito de Botucatu, João Cury Neto, também presente na cerimônia de inauguração da nova agência de atendimento, disse ter ficado bastante satisfeito com o fato de a Unesp estar inserida entre as prioridades da CPFL. “A Unesp é a menina dos olhos de Botucatu. É muito importante saber que ela está inserida nessa parceria com a CPFL para proporcionar um consumo mais racional”, colocou. Cury aproveitou para anunciar a Prefeitura e CPFL Paulista vão iluminar as duas principais vias de acesso ao campus de Rubião Júnior: as rodovias Antônio Butignolli e Domingos Sartori.

O evento em que foi anunciada a parceria com a Unesp Botucatu contou com a presença do vice-presidente de Distribuição da CPFL Energia, Hélio Viana Pereira, além de outros diretores da empresa e autoridades municipais. O mesmo projeto já foi viabilizado em outras unidades da universidade, como nos campus de Jaboticabal, Bauru, Araçatuba e Araraquara. Foram investidos, pela CPFL, R$ 2,5 milhões.

{n}Gastos com energia devem diminuir significativamente{/n}

A expectativa é que a redução de consumo com iluminação, no campus de Rubião Júnior, seja de 20%. Atualmente, estima-se que o gasto mensal com energia elétrica fique em torno de R$ 275 mil, sendo que a maior parte do consumo é do Hospital das Clínicas.

Há pouco mais de um mês, a entrada de energia no campus de Rubião Júnior foi dividida e o HC passou a ter seu próprio relógio. A partir de agora será possível saber exatamente e de maneira individualizada qual a despesa do hospital e das demais unidades situadas nas dependências da universidade.

“A Administração do Campus sempre se empenhou para alcançarmos essa redução no consumo de energia. Sempre esteve entre nossas prioridades promover ações objetivando diminuir as despesas da universidade e prova disso é que já desenvolvemos um projeto para redução do consumo de água no campus, que tem dado resultados”, destaca Carlos Winckler, diretor administrativo da Administração Geral do Campus. “Fico muito feliz em participar da concretização dessa parceria com a CPFL. Além de gerar economia, é um projeto com responsabilidade ambiental, como foi o da água”, acrescenta.

{n}Readequação da Rede Elétrica do Campus avança{/n}

Tem sido realizada desde o ano passado a readequação da rede elétrica de baixa e média tensão do campus da Unesp em Rubião Júnior. As obras, que tinham custo inicial, financiado pela Reitoria da Unesp, de aproximadamente R$ 1,9 milhão, já contemplaram a colocação de novos postes para suporte da fiação de energia; troca de todos os transformadores, que passaram a ficar dentro de cabines e ainda adaptação de algumas instalações passando-as para o subterrâneo.

O projeto passou por um aditamento de R$ 417 mil, totalizando atualmente R$ 2,4 milhões. O ajuste financeiro foi necessário para que fosse possível readequar a entrada de energia da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia e ainda realocar os mastros onde são hasteadas as bandeiras na entrada do campus. Atualmente, toda a rede já se encontra energizada e o próximo passo será a retirada dos postes antigos.

Fonte: Leandro Rocha
Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB e HC/Unesp
Foto: Marcelino Dias