FCA implanta campanha para redução de copos plásticos

A Comissão de Coleta Seletiva da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, câmpus de Botucatu, lançou, no final do ano passado, uma campanha para redução do uso de copos plásticos no câmpus. O objetivo é incentivar a comunidade universitária a substituir os copos plásticos descartáveis por copos e xícaras reutilizáveis.

Neste início de ano, o Banco do Brasil, através da sua agência da Rua Major Matheus, tornou-se parceiro da campanha e doou quinhentas canecas plásticas que foram distribuídas aos servidores técnico-administrativos e professores da Faculdade.

A Comissão de Reciclagem apurou que quase 100% do lixo plástico gerado na Faculdade é proveniente de copos plásticos de água e café utilizados nas copas dos Departamentos e demais setores. São gastos cerca de quinhentos reais por mês na compra de copos descartáveis para toda a FCA.

Nesse sentido, os benefícios de uma campanha desta natureza podem ser muitos, como explica a professora Pricila Veiga dos Santos, do Departamento de Gestão e Tecnologia Agroindustrial da FCA. “Com a distribuição das canecas esperamos diminuir o consumo dos copos plásticos, fazer pensar no impacto ambiental de nossas ações, enraizar uma cultura de produzir menos lixo e de responsabilidade com o dinheiro público. Convidamos toda a comunidade da FCA a participar”.

{n}Danos ao Meio Ambiente{/n}

O copo plástico sintetizado pelos humanos e que é desconhecido na natureza tem o potencial de causar danos ambientais. A intensidade do prejuízo depende da escala de uso e do tempo de permanência das substâncias no ambiente.

A escala de uso de copos plásticos descartáveis é muito alta, gerando toneladas de lixo por ano, e se considerarmos que o período para degradação do copo plástico que pode ser de 200 a 450 somos responsáveis por um lixo que vai ficar no planeta por muitas e muitas gerações.

Os copos plásticos descartáveis usados atualmente não são biodegradáveis e são pouco alterados pelo ambiente após décadas de descarte. Assim, o uso por apenas uma vez de um copo de plástico, como é hábito geral, seguido de seu descarte, é altamente danoso ao meio ambiente, sem falar na própria produção de plásticos, que gera resíduos tóxicos.

Na utilização de copos de plástico, deve-se levar em conta que este provém do petróleo, que é uma fonte não renovável, e que implica grande impacto ambiental em sua extração. No quesito reciclagem, 100% do plástico é reciclável, porém para esse processo, é necessário lavá-lo, consumindo assim água e detergente, mesmo resíduo descartado na manutenção dos copos permanentes.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp – câmpus de Botucatu/SP