Famílias atingidas pela chuva são atendidas pela Prefeitura

A intensa chuva que atingiu Botucatu no final da tarde de segunda-feira (5) afetou 14 residências espalhadas nos seguintes bairros: Parque Marajoara, Vila São Benedito, Distrito de Rubião Júnior e região Central, próximo ao Ribeirão Lavapés.

De acordo com a Defesa Civil, além da invasão da água das chuvas nas residências, também foram registrados três veículos arrastados (motocicleta e carro) na Avenida Vital Brazil. “Também atendemos uma ocorrência na Rua Quintino Bocaiúva, na qual a proprietária da residência se negou a sair mesmo com nossa argumentação de que o imóvel tem risco de queda devido ao excesso de trincas nas paredes”, completa Domingos Chavari Neto, coordenador da Defesa Civil.

A Secretaria Municipal de Assistência Social fez o levantamento dos estragos das chuvas. Das 14 famílias, 11 perderam quase tudo. “Já temos feito a distribuição de cestas básicas, cobertores, colchões e roupas a essas pessoas. Também estamos articulando doações de caixas de leite e móveis em bom estado”, informa a secretária municipal de Assistência Social, Maria Della Coletta.

A Secretaria Municipal de Obras também foi acionada. Homens e máquinas têm sido deslocados ? s áreas atingidas para a remoção de entulhos, limpeza das casas e galerias entupidas pelo acumulo de lixo trazido pela chuva, além do tradicional tapa-buraco nas ruas onde o asfalto não suportou o volume de água. “Continuamos também com os serviços na Rua Salim Kahil, próximo ao Ribeirão Tanquinho, para evitar que a erosão aberta há algumas semanas volte a aumentar”, disse Nivaldo Vizotto, secretário municipal de Obras.

No mesmo local serão utilizados mais de 300 caminhões de terra. Também será necessário reconstruir os ramais superiores de galerias e as novas caixas receberão grelhas para melhorar a captação de água das chuvas, evitar transbordamento e oferecer mais segurança. Ao final do trabalho de aterramento também será construído um novo dissipador. A orientação da Defesa Civil é que pedestres e motoristas evitem circular pela Rua Salim Khalil enquanto durarem as obras.

{n}Piscinões{/n}

No dia 31 de agosto deste ano a Prefeitura de Botucatu assinou, em parceria com o Governo Federal, Termo de Compromisso para execução de obras de macrodrenagem urbana viabilizadas através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2.

Serão investidos R$ 39.807.839,44, maior convênio da história de Botucatu, que virão do Orçamento Geral da União e serão repassados ao Município a fundo perdido para a implantação de reservatórios de amortecimento das águas nos córregos Lavapés (área ao lado da Rodovia Gastão Dal Farra); Água Fria (área localizada na bifurcação entre as ruas Joaquim Marins e da Amizade, região do Bairro Recanto Azul); Cascata (terreno ao lado do Residencial Spazio Verde, defronte ? Rodovia Marechal Rondon); Antártica (área defronte ao final da Rua 1º de Maio); e Tenente (próximo ao Conjunto Habitacional Amando de Barros Sobrinho, na região da Vila Cidade Jardim).

O projeto, elaborado pela Prefeitura em 2009 e aprovado pelo Governo Federal, prevê a construção de cinco piscinões que contarão com comportas para regular a vazão das águas, desde o Parque das Cascatas, em Rubião Júnior, até o Córrego do Tenente que terão a finalidade de amenizar o impacto das chuvas, evitando alagamentos em pontos que há anos são considerados críticos. A proposta é que o entorno dos locais que abrigarão essas barragens seja no futuro revitalizado com a construção de um parque linear, com equipamentos voltados ? recreação e ao lazer da população.

Com o termo de compromisso assinado, o Município poderá avançar no processo licitatório, que deverá ser finalizado antes do fim do primeiro semestre de 2012, para assim serem contratadas as empresas que executarão as obras. Dois por cento do total dos recursos repassados pelo Governo Federal será destinado ? conscientização ambiental e o impacto da obra junto ? comunidade que irá morar no entorno destes reservatórios.

Fotos: Valéria Cuter