Entidade ajuda mulher a se recuperar da dependência

Coordenada por Ana Pelisson, a Casa Terapeuta Missão Ágata Resgate Feminino de Botucatu, do Instituto Ruach, foi criada para oferecer apoio ? s mulheres dependentes químicas e vítimas de violência doméstica que recebem acompanhamento psicológico e social. O espaço é aberto também para aquelas que não sabem o que fazer sobre a situação que estão vivendo e precisam de ajuda.

A agentes comunitárias Joseane Paiva e Josiane Freire (foto) estiveram na Praça Emílio Peduti (Bosque) neste final de semana para falar sobre a Casa que atua no resgate, prevenção, recuperação e reintegração de mulheres. “Esse trabalho é feito em regime de abrigo interino baseado num programa de sete meses de duração, divididos em três fases, observando as necessidades da residente em cada período vivenciado”, disse Joseane Paiva. “Trata-se de um espaço de proteção e atendimento psicossocial das mulheres num momento em que estão fragilizadas, com a dignidade e auto-estima feridas”, complementa.

Josiane Freire, por sua vez enfatiza que o papel da família é de suma importância em todo processo recuperacional. “Por isso também oferecemos apoio aos co-dependentes (pessoas ligadas diretamente ao dependeste)”, destacou, lembrando que os contatos podem ser feitos pelos telefones: (14) 99867-9112 e 99627-9112 ou pelo site: resgatefeminino@hotmail.com.

O endereço do local é sigiloso visto, por ser um espaço onde deve ficar a mulher em observação constante, afastada do seu convívio social. Pensando no maior conforto destas mulheres a Casa está em fase de reforma e necessita de materiais de construção e móveis. Quem quiser ajudar é só contatar as agentes comunitárias.

Foto: Quico Cuter