Defesa Civil prevê campanha educativa contra catástrofes

O Secretário de Segurança Pública de Botucatu, Adjair de Campos, juntamente com o coordenador de Defesa Civil, Domingos Chavari Neto estiveram essa semana no Palácio do Governo de São Paulo, com o chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Defesa Civil, coronel Admir Gervásio Moreira.

Entre os vários assuntos tratados, o de maior importância foi sobre a atuação em prevenção de catástrofes quando no período das chuvas na Cidade. “A reunião foi bastante produtiva e aproveitamos esta visita para trazer material de prevenção para ser realizado um trabalho educativo nas escolas de Botucatu”, disse Chavari.

Segundo ele, as crianças poderão ser multiplicadores levando para casa dados sobre como agir em situações de riscos, assim como aprender a preservar o Meio Ambiente. “Acho que tudo começa na escola. É interessante que as crianças aprendam desde cedo o sentido da prevenção e da preservação e ficarem alertas em situações de risco”, frisou Chavari.

Lembra que em virtude ao trabalho de prevenção junto ? população botucatuense os números de casos notificações diminuíram consideravelmente no Município. “Em 2010 tivemos mais de 550 notificações. Graças ao trabalho de prevenção este ano o número caiu para apenas 57 até o momento”, explica.

De acordo com o Chavari, a intenção é que este material seja trabalhado com as crianças, pelos professores e coordenadores que depois poderão realizar um concurso envolvendo esta temática. “Esta é uma ideia que vou levar para o secretário de Educação, Narcizo Minetto Júnior analisar. Acredito que através das crianças conseguimos conscientizar também as famílias em relação a esta importante temática”, finaliza.

Revela que retornou de São Paulo com 500 unidades de cartilha “Lixo nosso de cada dia”; 5.000 filipetas “Afogamento”; 5.000 filipetas “Deslizamento”, 5.000 filipetas “Tempestades”; 5.000 filipetas “Estiagem” e 5.000 unidades de filipetas “Enchentes”.

Também vieram da capital para Botucatu, outras 2.600 unidades de cartilhas educativas para colorir, assim como 500 unidades de cartilha “Educação para o Meio Ambiente”; 500 sacolas da Defesa Civil e 25 bonés e 25 coletes cor laranja.

Fotos: Valéria Cuter