Congresso debateu os avanços e desafios do câncer

Com programação dividida entre sexta, 19 e sábado, 20 de outubro, foi realizado, no Salão Nobre da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), o 8º Congresso de Oncologia de Botucatu, que marcou os 15 anos de criação da Liga do Câncer instituição. A cerimônia de abertura contou com palestra e apresentações culturais. Logo após a exibição do pianista botucatuense Vital Walter, foi a vez dos jovens do Projeto Guri soltarem a voz e encantarem o público presente.

Em seguida foi realizada a palestra Qualidade de Vida ao Paciente Oncológico e seus Familiares, ministrada pelos convidados: Dra.Veruska Menegatti e Dr. Matheus Marcheti – ICESP (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo) e Academia Nacional de Cuidados Paliativos.

Diretora da FMB, Silvana Artioli Schellini, enfatizou, durante a solenidade, o tema “câncer”, por ser bastante abrangente, possibilita que a Liga Acadêmica do Câncer – responsável pela organização do evento – não seja especializada demais e possa, assim, abranger pesquisa, ensino e extensão de forma bastante eficaz. Ela lembrou ainda que o câncer é a segunda maior causa de morte do mundo.

“Com os avanços da medicina, hoje a sobrevida do doente é maior e os diagnósticos precoces fazem com que os tratamentos tenham melhores resultados, porém, ainda há muito que se avançar”, comentou. Ela também avaliou a importância de os futuros profissionais da área da saúde serem formados para atuar no tratamento integral do câncer. “Com isso, será possível melhorar a vida das pessoas”, colocou.

Professor Deilson Elgui de Oliveira, coordenador da Liga do Câncer e aluno de sua primeira turma, afirmou que ao longo dos últimos anos foi possível constatar uma importante evolução do grupo. “Essa é uma atividade estudantil enriquecedora e o congresso é uma forma de mostrar como deve ser a atuação humana nas doenças que envolvem câncer”, declarou.

Também fizeram parte da cerimônia de abertura as professoras Guareide Carelli, médica responsável pelo Setor de Oncologia Clínica do Hospital das Clínicas da FMB; Lied Pereira – Médica responsável pelo Setor de Oncologia Pediátrica do Hospital das Clínicas da FMB e a acadêmica Daniella Audi Blotta, presidente da comissão organizadora congresso.

Foram palestras de enfoque multiprofissional, abrangendo temas em câncer nas fases adulta e infantil, além de práticas cirúrgicas e o desenvolvimento de pesquisas. O público-alvo eram os alunos da graduação, pós-graduandos, médicos, residentes e demais profissionais da área.

Nesta oitava edição, o congresso contou com a presença de médicos e pesquisadores renomados dos principais hospitais, universidades e instituições do Estado de São Paulo. Entre eles: Hospital Sírio Libanês, Hospital Albert Einstein, Hospital do Câncer A.C. Camargo, Hospital Amaral Carvalho de Jaú, Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP), Academia Nacional de Cuidados Paliativos, Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), Escola Paulista de Medicina (Unifesp) e também da FMB/Unesp. Entre os palestrantes convidados, estão Gilberto de Castro Junior, médico oncologista do Departamento de Cabeça e Pescoço do Hospital Sírio Libanês e membro da equipe médica que assiste o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Também estará presente Vicente Odone Filho, professor titular do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da USP, médico da equipe de oncopediatria do Hospital Albert Einstein e responsável pelo Serviço de Onco-Hematologia Pediátrica do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da FM-USP. Foram convidados ainda Fernando Augusto Soares, diretor do Departamento de Anatomia Patológica do Hospital do Câncer A. C. Camargo e Mair Pedro de Souza, medico hematologista e coordenador do Serviço de Transplante de Medula Óssea do Hospital Amaral Carvalho, entre outros.

A realização foi da Liga do Câncer de Botucatu, com o apoio do Serviço de Quimioterapia do Hospital das Clínicas de Botucatu e Departamento de Patologia da FMB. Confira como foi a programação, no site: www.cob.fmb.unesp.br

{n}Sobre a Liga {/n}

A Liga do Câncer da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp é uma liga acadêmica formada por estudantes dos cursos de Medicina, Biomedicina (Instituto de Biociências/Unesp) e Enfermagem. É orientada por docentes da oncologia e patologia do Hospital das Clínicas.

Em 2012, a LCB completa 15 anos de história, enriquecendo o conhecimento de seus membros na área oncológica, e proporcionando atividades para a promoção da saúde, por meio da difusão de informações sobre os cânceres para a população de Botucatu e região. Parcela significativa dos objetivos da LCB é alcançada por meio de eventos relacionados ? Oncologia, em especial o Congresso de Oncologia de Botucatu (COB).

Fonte: Leandro Rocha
Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB