Botucatuenses na 89ª Corrida de São Silvestre

Fotos Marcos Ribolli: Divulgação

Foram 50 atletas de Botucatu que estiveram participando da 89ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre, uma das mais importantes e tradicionais provas de rua da América Latina, que aconteceu manhã desta terça-feira feira (31), em São Paulo. Os botucatuenses estiveram entre as 27,5 mil pessoas que largaram e superaram as 25 mil dos últimos dois anos. Ao todo, os atletas percorrerão 15 km pelas ruas de São Paulo. A largada aconteceu na Avenida Paulista, na altura da Rua Frei Caneca e a chegada em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero, também na Paulista.

Mais uma vez a supremacia dos corredores quenianos foi absoluta. No feminino venceu Nancy Kipron, com o tempo de 51m58s, seguida da etíope Kebede Gudeta (52m06s). Em terceiro mais uma queniana: Jackline Juma Sakilu (52m29s), seguida de Sara Makera, da Tanzânia (52m40s) e Delvine Meringor, do Quênia (52m46s).

No masculino perfazendo o tempo de 43m48s, cruzou a linha de chegada na primeira colocação, Edwin Kipsan (43m48s) que também venceu a prova no ano passado tornando-se bi-campeão da São Silvestre. Outros dois quenianos chegaram na sequência: Mark Korir (44m09s) e Stanlei Koech (44m29s). Na quarta colocação, obtendo a mesma colocação de 2012, chegou o brasileiro Giovani dos Santos, com o tempo de 44m50s. Completou o pódio o marroquino Abderrhime Elasri (45m28s).

O resultado oficial do tempo e colocação de todos os atletas que participaram da prova, deverá ser publicado nos próximos dias. Os representantes de Botucatu comemoraram mais essa participação e o presidente as Associação dos Corredores de Botucatu (Acob), Edemilton Santana, traçou um perfil dos participantes da Cidade.

“São pessoas normais que possuem a iniciativa de colocarem no seu dia a dia alguns minutos dedicados a saúde, tanto física como mental. Alguns concluíram a última prova de 2013 como forma de agradecimento pelo ano, outros realizaram o sonho de concluir o percurso de 15 km pela primeira vez, e ainda teve quem buscou o melhor desempenho pessoal”, disse Santana.

Nunca é demais lembrar que a melhor classificação de Botucatu na Corrida de São Silvestre se deu em 2007 quando o fundista Marildo José Barduco chegou na 5ª colocação, com o tempo de 47m35s, assegurando seu lugar pódio. Foi o segundo brasileiro melhor colocado na prova já que Anoé dos Santos Dias cruzou a linha de chegada na 3ª posição. Naquele ano o campeão da prova foi o queniano Robert Cheruyiot.