Atleta representa Botucatu em Paraolimpíadas

O atleta Marco Antônio Machado, aluno da escola municipal Jonas Alves de Araújo e que faz parte da equipe paradesportiva do Centro de Integração de Educação Especial para Jovens e Adultos (Cieeja), representará Botucatu nos Jogos Escolares Paralímpicos. Eles serão disputados em São Paulo até sexta (29), com cerimonia de encerramento marcada para sábado (30).

O paratleta de 15 anos, que tem os movimentos comprometidos de um dos lados do corpo (hemiparesia), se habilitou para os Jogos Escolares ao conquistar três medalhas de bronze nas provas de salto em distância, arremesso de pelota e corrida de 100 metros rasos. Todas no Campeonato Paulista de Atletismo, ocorrido em agosto deste ano, no Ibirapuera, também na capital paulista.

O treinador Fábio Martison lembra que Marco Machado já havia participado de outras duas etapas classificatórias antes de conquistar a primeira medalha para Botucatu em um Campeonato Paulista. Por este motivo, a expectativa para a conquista de uma medalha nos Jogos Escolares é bem grande. “O Marcos foi bem treinado e espero que ele consiga se sobressair em alguma das três etapas das modalidades que irá disputar”, comenta.

{n}Sobre a Paralimpíadas Escolares{/n}

Maior competição paralímpica escolar do mundo, as Paralimpíadas Escolares começam nesta segunda (25), em São Paulo. A cerimônia de abertura será ? s 16h30, no Auditório Celso Furtado, no Parque Anhembi, e contará com a presença de campeões mundiais e paralímpicos como Daniel Dias e Alan Fonteles.

Cerca de 1.300 atletas, de 12 a 20 anos, de todos os Estados do País, mais Distrito Federal, irão competir em dez modalidades: atletismo, natação, bocha, tênis em cadeira de rodas, tênis de mesa, futebol de 5 (para cegos), futebol de 7 (paralisia cerebral), goalball, vôlei sentado, e judô.

Neste ano, pela primeira vez, haverá a participação de atletas estrangeiros no evento. Vinte e dois esportistas do Reino Unido vão competir nas modalidades bocha, futebol de 7, goalball e natação.

A competição encerra o calendário anual de eventos nacionais do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). As Paralimpíadas Escolares são realizadas em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, e com a prefeitura da capital paulista.