Argeu completa 30 anos de faixa preta no judô

O sensei Argeu Maurício de Oliveira Neto completou 30 anos como faixa preta de judô. E a data não passou sem uma comemoração. Alunos, colegas e familiares promoveram uma festa para o delegado da 3ª região da Federação Paulista de Judô.

O evento surpresa foi realizado na sala de artes marciais da Associação Atlética Botucatuense (AAB). “Achei estranho quando vi minha mãe entrando. Ele nunca aparece por aqui”, brinca o professor, que também recebeu uma placa de agradecimento de seus alunos.

Argeu ficou emocionado com a homenagem. “E lá se foram trinta anos da minha vida. O tempo é implacável e se não fosse pelos meus alunos nada disso teria valido a pena. Muito obrigado a todos que permitiram que a nossa história se cruzasse. Amo o judô, meus alunos e minha cidade”, disse.

Roberto Bicudo, judoca, árbitro e amigo do professor Argeu fez questão de parabenizar o mestre. "Trinta anos de faixa preta é para poucos. São trinta anos de dedicação ao judô. Vejo no convívio do dia-a-dia, médicos, advogados, juízes, delegados, engenheiros, pais de família, cidadãos de bem que já passaram por suas mãos. Isso é a resposta clara que está no caminho certo e está fazendo com maestria sua parte na sociedade”, afirmou.