Ziraldo tem exposição marcada para a Fazenda Lageado

Numa parceria inédita com a Secretaria de Estado da Cultura, e com o Museu do Café de Santos, o Museu do Café da Fazenda Lageado, de Botucatu irá receber no período de 26 de outubro a 26 de novembro, a exposição “Café, o seu melhor amigo” composta por 21 painéis do cartunista Ziraldo.

Os 21 posters que compõem a exposição foram produzidos, sob encomenda do extinto IBC (Instituto Brasileiro do Café), em diferentes momentos, mas todos com o objetivo de promover o produto símbolo do país. Feiras e outras promoções internacionais, embaixadas, agências da Varig, escritórios do IBC no exterior e de grandes importadores, progressivamente, passaram a expor as criações de Ziraldo.

A chamada autarquia cafeeira, criada em 1952, mantinha representações em Nova Iorque, Milão, Hamburgo, Beirute, Londres, Tóquio, Hong Kong e Trieste, postos avançados próprios de uma época em que o setor privado dependia de decisões oficiais até em detalhes. E por vários anos, o IBC figurava entre os primeiros exportadores, no ranking brasileiro.

A linguagem dos posters deveria seguir a dimensão mundial do então IBC e do próprio café. Ziraldo capta a mensagem e vai associando a bebida, tanto aos acontecimentos de maior dimensão do planeta, quanto ao comportamento humano, em qualquer latitude. Os diferentes idiomas, denunciando os mercados a serem atingidos, têm o devido tratamento na produção.

Assim é que a chegada do homem ? Lua, em 1969, serve de foco aos traços do artista. O astronauta, vestido a caráter, sorve uma xícara de café brasileiro, cartaz exibido no Lido de Paris, um exemplo da pretensão da proposta brasileira. A copa de 1978, realizada na Argentina, ganha um pôster específico, associação entre IBC e Varig. O juiz da partida olha o cronômetro, que marca 45 minutos. Com a mão levantada, indica que é hora de café do Brasil.

A leveza dos traços de Ziraldo, com uma tendência para o humor, tem direção certa. Ele conta que “o humor é estimulante. Uma idéia luminosa, um achado, um clique, acendem o espírito do decodificador”. O passo conjunto procede de um estudo de comportamentos regionais e mundiais. A conquista, a confiança, o lazer e o prazer, desfilam na série cafeeira do mineiro de Caratinga. Na torre de Babel ele parece desafiar a lenda, pois, embora as línguas sejam diferentes, todos anunciam que “É hora do café do Brasil”.

No campo do comportamento humano, entre o cãozinho que carrega um bule, ao lado de um bebedor de café, a legenda “Seu melhor amigo”, funde a idéia da fidelidade canina ao hábito de consumir a bebida, que se transporta pra outro desenho, do leão com a bocarra aberta, servindo de bandeja para a xícara de café e apoio da cabeça do artista circense, ao lado da legenda “Votre meilleur ami”. O café gera um elo de confiança.

Esse esforço de marketing estava a par com as necessidade cambiais do país, dado o peso do café na balança comercial e mais uma vez o ”Espaço Cultural” do Museu do Café da Fazenda Lageado traz para seu público uma exposição marcante com o traço de um dos maiores cartunistas brasileiros.

Fonte:
Museu do Café de Santos