Um bom público prestigiou a 9ª Feira do Livro

Cerca de 10 mil pessoas. Foi este número estimado de pessoas que estiveram no Espaço Cultural “Antonio Gabriel Marão”, entre os dias 24 a 28 de novembro, das 8h30 ? s 22 horas, para prestigiar a 9ª Feira do livro, que teve entrada franca ao público. O evento foi encerrado pelo prefeito João Cury Neto e pelo Secretário de Educação Narcizo Minetto.

O foco esteve no incentivo ao hábito da leitura, como elemento primordial na formação da cidadania e de uma sociedade justa, além de consolidar a produção editorial da Cidade junto da educação e formação intelectual das pessoas.

“O objetivo da feira é aproximar o público dos livros e, consequentemente, do conhecimento amplo que eles proporcionam. Trouxe, também, o trabalho e as produções dos autores de Botucatu e de outras cidades ou Estados, como forma de incentivar a leitura e a cultura brasileira como um todo, além de dar oportunidade de aperfeiçoamento técnico aos profissionais da educação”, ressalta Darcila Bozoni, responsável pelas bibliotecas da Secretaria Municipal de Educação.

A feira contou com estandes de expositores que comercializarão livros a preços especiais, contação de histórias, oficinas e palestras para professores, apresentações culturais de alunos das escolas municipais e particulares, lançamento de livros, bate-papo com autores, sessão de autógrafos, personagens infantis para recepcionar as crianças, entre outras atrações.

Para atrair o público a organização proporcionou uma gama de atividades musicais durante todos os dias de Feira. Na linha dos shows estiveram se apresentando Vanderlei e Teinha, Barbatuques, André Sanfoneiro, Cláudio Souza e banda, André Oliveira e Banda, Kinho Rodrigues, Trio Guela Seca – Forró, entre outros. Também desfilaram pelo palco montado na Feira, apresentações culturais de diferentes segmentos, indo do canto a dança, corais, contação de histórias e espetáculos teatrais.

Também foi dado aos escritores botucatuenses um espaço de autógrafos de suas obras literárias. Estiveram no estande autografando seus livros Valdir Paixão, Francisco Moura Campos, Marcelino Dias, Marigê Medeiros, Ângelo Albertini Amaral, José Antonio Pauletti de Andrade, Darbí José Alexandre, João Carlos Figueiroa, David José Devidé e Quico Cuter.

Fotos: David Devidé / Valéria Cuter