Liesb está pronta para realização do 1º Samba Fest

A diretoria da Liga das Escolas de Samba de Botucatu (Liesb), esteve reunida na noite desta terça-feira com Assessoria Adjunta de Turismo, vinculada ? Secretaria Municipal de Desenvolvimento, para discutir preparativos finais para a realização o 1º Samba Fest.

O evento objetiva buscar um entrelaçamento mais estreito entre os diretores dos blocos e escolas de samba da cidade, visando o carnaval de rua do ano que vem e acontece no final de semana (dias 14 e 15 de agosto), a partir das 14 horas, no Espaço Cultural “Antônio Gabriel Marão”. A organização, o 1º Samba Fest preparou a apresentação das rainhas das baterias das escolas de samba, além de muitas outras atrações musicais e várias barracas serão armadas no Espaço com uma gama diversificada de variedades.

Segundo foi definido, pelo menos quatro escolas de samba da cidade estarão desfilando na passarela do samba que deverá voltar a ser na Rua Amando de Barros, em 2011. São elas: Gente Unida da Vila Maria; Águia Imperial da Cohab I e Vila Cidade Jardim; Estopim da Fiel e Camisa Verde e Rosa da Vila Aparecida.

“Estamos resgatando o carnaval de rua de Botucatu trazendo as escolas de samba de volta. Isso só enriquece e enobrece nosso carnaval de rua que nos últimos anos foi feito pelos blocos. Com a volta da escolas, seguramente, nosso carnaval, terá muito mais brilho e glamour”, comentou Terezinha Berchior, vice-presidente da Liesb.

O presidente da Escola de Samba Gente Unida da Vila Maria, Jairinho Andrade, ressaltou que a volta das escolas era uma reivindicação antiga da cidade. Ele diz que desde que as escolas pararam de desfilar em 1996 era cobrado para voltar com a escola, mas não havia motivação.

“Sozinha a Vila Maria não iria sair. Este ano depois dos desfiles dos blocos, algumas pessoas se mobilizaram e garantiram que voltariam com escola de samba. Eu disse que, se pelo menos uma escola de samba voltasse, a Vila Maria também voltaria e estamos nos preparando para isso. Na verdade a Vila Maria não sabe fazer bloco, mas sabe fazer escola de samba”, comparou Jairinho.

A assessora de eventos da Secretaria Adjunta de Turismo, Luciana Alho, entende que objetivo do 1º Samba Fest, é divulgar o carnaval de Botucatu e a cultura brasileira. “Durante a festividade a população poderá conhecer de perto todas as escolas que compõem o carnaval do município além de muitas atrações voltadas ao samba”, conta. “Esse 1º Samba Fest tem a intenção de fazer parte do calendário oficial de Botucatu como um evento de qualidade e conteúdo, voltado ? família e a todos que amam o samba e a cultura carnavalesca”, complementa a assessora.

{n}Programação de shows {/n}

No sábado (14), ? s 18 horas, sobe ao palco o grupo Doce Delírio, de Botucatu. Na sequência, ? s 20 horas, o show fica por conta de Tuco e o Batalhão de Sambistas, que promete levar o público samba de raiz da melhor qualidade. O grupo paulistano é vencedor do PROAC – Projeto Arte e Cultura.

No domingo (15), ? s 18 horas, roda de samba com o grupo Samba de Primeira e ? s 20 horas a animação fica por conta do grupo Mais que Presença. Nos dois dias do evento, durante todo o dia, haverá roda de samba, artesanato, praça de alimentação, praça de diversão e outras atrações.

Foto: Divulgação