Lageado recebe exposição de obras de Romero Britto

Está confirmado! O artista plástico Romero Britto estará expondo 20 das suas obras no Museu do Café da Fazenda Lageado, em Botucatu, entre os dias 19 de abril a 18 de maio de 2013. O evento faz parte das comemorações do 25º aniversário do Museu, e está incluído na programação alusiva ao 158º aniversário da cidade de Botucatu.

Essa mostra somente foi possível graças a construção de um arco de parcerias inéditas que tem na realização a Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA), a Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf) e Prefeitura Municipal de Botucatu por meio da Secretaria de Cultura e o Museu de Arte Contemporânea (MAC).

O evento conta com o apoio cultural das empresas “Amigas da Fazenda Lageado”. A divulgação do evento terá inicio esta semana e também é inédito. Contará com três painéis (outdoor) um na rodovia Domingos Sartori, um na Rua Galvão Severino e um na Rua José Barbosa de Barros, próximo a entrada da Fazenda Lageado.

Internamente serão instalados dois painéis logo após as portarias da Rua José Barbosa de Barros e da Rodovia Alcides Soares. Além disso, ao lado do Museu, será instalado um painel de 3,00 x 1,50m. Cada pilar da varanda (totalizando 6) receberá um painel alusivo ao evento. Finalmente, em cada parceiro será instalado um pequeno banner divulgando a exposição. Fechando a parte de divulgação cartazes também serão instalados em diversos pontos da cidade de Botucatu.

As despesas do evento estão sendo custeados pela Secretaria de Cultura do município, pela FCA e pelo projeto. Pelos contatos que estão sendo feitos junto ao Museu por pessoas e escolas da cidade e da região, a expectativa é que esse evento supere todos os eventos, anteriormente, realizados pelo Museu do Café.

{n}Números do Museu{/n}

Com o fechamento do mês de março, que totalizou 1.779 visitantes, o Museu atinge no ano a marca de 4.345. Somando o resultado desde 2006 a marca é de 96.637 visitantes. A expectativa agora é atingir a marca de 100 mil visitantes.

“É intenção de a coordenadoria oferecer um brinde ao visitante numero 100 mil como forma de registrar essa importante e significativa marca”, adiantou o coordenador do Museu do Café, José Eduardo Candeias, destacando que o resultado é a soma do esforço de todos os parceiros envolvidos no projeto desde o seu inicio em 2006.