Festival de Inverno termina neste final de semana

O Festival de Inverno de Botucatu encerra a edição 2012 neste fim de semana com três grandes atrações especiais no Teatro Municipal “Camillo Fernandez Dinucci”, na Praça Coronel Moura, nº 27, Centro.

Na sexta (27), o Núcleo de Ópera Curta apresenta a “Ópera La Traviata”, uma das mais famosas de todos os tempos. No sábado (28), o show musical “Duo Calavento” traz a combinação entre os instrumentos violão e violino num concerto com viés teatral.

E para fechar com chave de ouro, a Orquestra Sinfônica Municipal fará uma apresentação única no domingo (29), ? s 19 horas. Na sexta-feira e no sábado, as atrações terão início ? s 20h30. Os ingressos devem ser retirados com um dia de antecedência na bilheteria do teatro, sendo limitados a dois por pessoa.

{n}Ópera La Traviata{/n}

La Traviata” é um título emblemático da história da ópera e foi a obra escolhida pelo Núcleo de Ópera Curta para a criação do seu novo espetáculo em 2011, que foi construído tendo como referência a novela “A Dama das Camélias”, de Alexandre Dumas Filho, e a ópera “La Traviata”, do compositor italiano Giuseppe Verdi e do libretista Francesco Maria Piave.

Na trama, Violetta Valèry, uma cortesã parisiense, apaixona-se por Alfredo e deixa tudo, indo morar com ele no interior. O pai do jovem, Giorgio Germont, a convence a abandoná-lo para preservar a honra de sua família e, com isto, garantir um bom casamento para a irmã de Alfredo.

O casal se separa e, ao final, consumida pela tuberculose, Violetta morre nos braços de Alfredo, recém-retornado a Paris. Com estes elementos, criou-se um espetáculo que conta esta história, preservando as principais árias e duetos da ópera, os detalhes da novela original e um pouco da imaginação do autor Cléber Papa.

{n}Duo Calavento{/n}

O violino é o instrumento lírico por excelência. O violão é o instrumento mais popular do mundo. Assim, o Duo Calavento conduz essa combinação rara em composições e arranjos que surpreendem, num concerto com viés teatral: os artistas contam histórias, comentam o repertório e assumem os traços que cada obra convoca.

Ao explorar diferentes técnicas e recursos musicais, Diogo Carvalho (violão) e Leonardo Padovani (violino) desconstroem a imagem desses instrumentos, normalmente associados ? música popular e erudita, respectivamente, passando por composições de Tom Jobim, Astor Piazzolla, entre outros.

{n}Orquestra Sinfônica Municipal{/n}

A Orquestra Sinfônica Municipal de Botucatu (OSMB) originou-se no ideal de dois músicos botucatuenses: José Antônio M. de Marchi e Celso W.Cardoso, que quando estudantes do conservatório Carlos de Campos , em Tatuí-SP, vislumbraram a possibilidade de criar um conjunto musical em Botucatu.

A estreia aconteceu em 21 de dezembro de 1986, durante o Festival de Natal no salão social do Botucatu Tênis Clube (BTC). Nomes como o do senhor Progresso Garcia, entusiasta atuante na Câmara, ajudaram que oito meses depois fosse assinada a Lei Municipal que deu criação ? Orquestra Sinfônica Municipal de Botucatu. Na oportunidade, Técio Nunes da Silva, assumiu a administração do grupo.

Desde o início, a OSMB teve vida intensa, realizando concertos em Botucatu e em toda a região do Centro-Oeste paulista, participando diversas vezes do Festival de Inverno de Campos do Jordão, Festival de Música de Londrina e do programa “Viola Minha Viola”, da Rede Cultura de Televisão. Também apresentou-se na melhor sala de concertos brasileira, a Sala São Paulo.

A Orquestra Sinfônica de Botucatu possui, hoje, 50 membros e tem como atual regente titular o Maestro Marcos da Cunha Lopes Virmond. Esse novo olhar coloca a Orquestra dentre os principais grupos sinfônicos do estado de São Paulo e propicia que a boa música possa ser acessível ? todos.

{n}Sobre o festival{/n}

O Festival de Inverno 2012, que teve início dia 12 e segue até 29 de julho, é uma realização da Prefeitura de Botucatu por meio da Secretaria Municipal de Cultura. O evento contempla a população botucatuense com diversas atrações gratuitas de teatro, música, dança e circo.

Esse ano, o festival conta com o apoio do Programa de Ação Cultural (ProAc) e do Circuito Cultural Sesi 2012. As apresentações acontecem no Teatro Municipal “Camillo Fernandez Dinucci” de quarta a sábado, a partir das 20h30, e aos domingos, ? s 19 horas.