Apresentação do “Teatro a Bordo” é transferida

O projeto itinerante Teatro a Bordo viaja pelo Brasil com oficinas, apresentações de teatro, personagens e muitos contos  e leva tudo isso dentro de um contêiner. As apresentações que seriam realizadas neste sábado (28), no Centro Histórico, em frente à Prefeitura, foram transferidas para o dia 18 de abril uma vez que o mesmo local receberá a encenação da Via Sacra. Projeto itinerante tem apoio da Prefeitura de Botucatu, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.

Desde 2007, o caminhão do Teatro a Bordo já percorreu mais de 100 municípios nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo e Tocantins. Cerca de 300 mil pessoas já assistiram as apresentações, participaram de oficinas, criaram seus próprios bonecos, brincaram com os atores e se divertiram na plateia. 

Com uma abordagem popular e cômica, o projeto chega às comunidades distantes dos grandes centros urbanos e dialoga com todo tipo de público, da criança ao adulto. Como o palco é itinerante, a linguagem do teatro é universal e o espaço é a rua, a cultura se democratiza pelo fácil acesso, um dos objetivos do projeto.

De acordo com a idealizadora e produtora Talita Berthi, também atriz, os espetáculos desta temporada prestam uma homenagem às tradições orais. “São narrativas que circulam por muitas gerações no imaginário coletivo. São fruto do espírito inventivo do nosso povo e testemunham usos, costumes, ideias e saberes. Entre eles, a famosa história da Cinderela e contos recolhidos pelo antropólogo Câmara Cascudo, como O Compadre da Morte e Quirino e o Vaqueiro do Rei.”

        

Programação

 

Dia: 18 de abril (Sábado)

Endereço: Praça da Catedral – Centro

15 horas – Intervenção Coletiva Bonecos Brincantes – Atividade de manualidades para criação de bonecos a partir de materiais recicláveis, com o papelão como principal matéria prima. 

16h30 – Teatro: Embornal de Histórias – Dois contadores de histórias se encontram e dividem suas experiências de viagens pelo mundo. A tradição oral em primeiro plano. Com Grupo Teatro Aberto.

18 horas – Artistas da Cidade – Recebemos em nosso palco um convidado local para uma apresentação artística livre.

19h30 – Cinema: Sessão de Curtas-metragens Nacionais – Exibição de filmes de animação brasileiros.

20 horas – Teatro: Cinderela Brasileira – Um violeiro contador de causos narra a história da Cinderela Brasileira – um enredo clássico ambientado farsescamente no sertão nordestino. Com Grupo Casa3.