Afrape participa do Criança Esperança da Globo

No próximo sábado, a Associação Fraternal Pelicano (Afrape), de Botucatu, estará no Dia da Esperança da Rede Globo de Televisão. Essa festa irá comemorar os 29 anos do Criança Esperança com uma programação inteiramente dedicada à campanha. A participação de Botucatu foi possível graças ao Projeto Musicalizando  o Bairro, coordenado por  Beth Savini. A festa comemora os 29 anos do Criança Esperança com uma programação inteiramente dedicada à campanha. 

A Afrape irá participar com as apresentações de: violão, viola, percussão, saxofone, flauta transversal, clarinete, pífanos, coral, orquestra, banda sinfônica e hip hop. Será sábado, dia 16/08, das 14 às 17 horas, esse evento é aberto a toda comunidade, ele ocorrerá na Afrape, que fica situada na Rua Donato Di Credo, 796, Vila Ferroviária.

A Afrape, fundada em 30 de setembro de 2002, foi criada por um grupo de profissionais e respectivas famílias, praticantes de ações de responsabilidade social, através de atuações profissionais nas suas áreas de conhecimento, com visão de minimizar os problemas e exclusão social daquela comunidade. A finalidade é minimizar os problemas e exclusão social da Vila Ferroviária e bairros adjacentes.

Com diretoria constituída a entidade planeja e executa, de forma gratuita, programas sócio-educativos destinados à família, à maternidade, à infância e adolescência, além de planejar e executar atividades educativas para a capacitação e qualificação profissional a jovens e adultos.  Modelo foi concebido mediante o levantamento sócio-econômico e análise das necessidades da população carente dos bairros, bem como da necessidade do exercício da responsabilidade social da sociedade como um todo.

Entidade é composta por um quadro associativo, do qual foi eleita a Diretoria e o Conselho Fiscal, por biênio, que executam a gestão de convênio e projetos juntos aos órgãos municipais e empresas financiadoras para desenvolver pessoas, através de ações educativas, profissionalizantes, sociais e culturais, visando a melhoria da qualidade de vida e o desenvolvimento local. “Tudo isso aliado a valores como disciplina, respeito ao próximo, transparência, ética, cidadania e participação comunitária”, ressaltou Beth Savini.