Motociclismo perde um promissor talento

Uma semana depois da morte de Dan Wheldon no GP de Las Vegas de Fórmula Indy, a tragédia voltou a rodear o mundo do automobilismo. Agora foi a vez do piloto italiano Marco Simoncelli, de 24 anos, perder a vida no GP da Malásia de Moto GP.

O acidente ocorreu na metade da 1ª volta. De acordo com o vídeo, a moto de Simoncelli cortou a frente dos pilotos Colin Edwards e Valentino Rossi, que não puderam evitar a batida e chocaram-se contra o mesmo. Com o impacto o capacete do piloto italiano foi arrancado de sua cabeça e a moto de Edwards, que pesa mais de 150 Kg, bateu violentamente contra o corpo de Simoncelli. Após o fato, a equipe médica tentou por mais de 45 minutos reanimar o piloto, mas foi em vão. O GP da Malásia foi anulado.

Fatos assim, entristece e muito, nós que acompanhamos o automobilismo. Infelizmente a morte é uma realidade constante neste esporte. Muitos pilotos mandaram suas condolências a “SIC” (assim ele era conhecido). Entre eles os brasileiros Tonny Kanaan e Rubinho Barrichello.

Chama a atenção o fato que este ano Simoncelli colecionou algumas polêmicas durante o campeonato. No GP de Portugal o italiano se envolveu em um acidente com o piloto espanhol Jorge Lorenzo. Minutos depois na coletiva de imprensa, Lorenzo chegou a falar duro com Simoncelli e o mesmo retrucou. Posteriormente no GP da Holanda no circuito de Assen, Simoncelli se envolveu em outro acidente com outro piloto espanhol, Dany Pedroza. De acordo com o italiano, Pedroza havia cortado sua frente, mas o piloto espanhol desmentiu e colou a culpa do acidente em Simoncelli. O clima entre os dois ficou bastante “pesado” e acabou ficando evidente em um vídeo que rodou pela internet, onde Simoncelli dá a mão para cumprimentar Pedroza e o mesmo não retribuiu, deixando um clima desagradável entre ambos e os presentes que ali estavam. Posteriormente em uma entrevista, Pedroza disse que Simoncelli estava pilotando de forma muito agressiva e que no futuro iria se machucar.

Nenhum site da internet abordou este assunto, nem mesmo os oficiais. Mas estou me arriscando a fazer uma pergunta. Será que Marco Simoncelli estava despreparado para pilotar na Moto GP? Muitos não sabem, mas o piloto que consegue disputar o campeonato de Moto GP, em 99,99 % dos casos, vem de duas outras sub-categorias de acesso que são as 125cc e as 250cc (hoje chamada Moto 2). Simoncelli, subiu este ano para a Moto GP, logo após vencer o campeonato de Moto 2. Provavelmente, a emoção de estar disputando um campeonato tão importante e o peso e responsabilidade que, praticamente, dobram levaram o piloto italiano a fazer manobras mais duras e radicais.

Descanse em paz SIC. Que Deus possa confortar os membros de sua família. Espero nunca mais ter que escrever uma matéria desse tipo. É a segunda que publico em homenagem póstuma e confesso que é muito frustrante. Abaixo, o que disseram alguns pilotos e entidades sobre Marco.

Valentino Rossi – “SIC era como um irmão mais novo para mim. Ele era tão duro na pista quanto era doce na vida. Ainda não acredito nisso, sentirei falta dele imensamente”, declarou o piloto da Ducati.

Andrea Dovizioso (piloto Moto GP) “Nestas circunstâncias, as palavras não parecem ser apropriadas. Penso na família de Marco e todas as pessoas queridas por ele, em particular seus pais. Também tenho um filho e o que aconteceu hoje é a situação mais difícil de imaginar”,

Casey Stoner (Piloto Moto GP) – “Estou tão chocado e entristecido com a perda de Marco. Quando coisas como estas acontecem, você lembra como a vida é preciosa, o que me deixa doente por dentro. Tudo o que posso dizer é o quanto sinto por toda família de Marco. Não consigo imaginar pelo que eles estão passando e meus pensamentos e sentimentos estão com eles neste momento. Espero que todos se aproximem e se recuperem dessa tragédia juntos.

Nicky Hayden (piloto Moto GP) – “Às vezes, a vida apenas não faz sentido. Descanse em paz nº 58 (número de Simoncelli na Gresini Honda), você foi uma estrela dentro e fora da pista. Todos nós sentiremos saudades.”

Hélio Castroneves (piloto Fórmula Indy) – “Gostaríamos de declarar nossas mais sinceras condolências aos amigos e ? família de Marco Simoncelli após o trágico acidente em Sepang. RIP Marco. Marco foi um verdadeiro talento cuja luz se apagou muito cedo em outro dia horrível para o automobilismo”,

Luca di Montezemolo (presidente da Ferrari) – “Nunca se deve baixar a guarda do outro, consciente de que nada se pode fazer contra o destino. Os pensamentos de todos os homens e mulheres na Ferrari e no circuito de Mugello vão para a família, os amigos e o time de Marco. Sou realmente próximo a Fausto Gresini (presidente da equipe da qual corria Simoncelli), um grande amigo que vem da minha cidade natal, Ímola, e passa por um momento particularmente preocupante neste momento”.

Heikki Kovalainen (piloto Fórmula 1) – “Não acredito que a estrela da MotoGP Simoncelli morreu em um acidente. Outro grande talento perdido.”

Mark Webber (piloto Fórmula 1) – Um talento especial que fará falta. Pensando em seus entes queridos e no paddock da MotoGP.”

Além dessas homenagens, outras inúmeras foram registradas pelos fãs do automobilismo em todo mundo. Todos os jogos do campeonato italiano de futebol tiveram um minuto de silêncio. As equipes do Milan (time do qual torcia Simoncelli) e da Internazionale mandaram notas de condolências e publicaram em seus sites.

Mais um domingo triste para o automobilismo.