Aquilo que escolhermos nos será dado

Num vilarejo distante vivia um mestre muito conhecido por sua sabedoria. Sabia a resposta para todas as perguntas. Certo dia um jovem, julgando-se muito esperto, pensou em enganá-lo. Levou um passarinho nas mãos para perguntar ao sábio se a ave estava viva ou morta. E planejou: “Se ele disser que o pássaro está vivo, esmago-o em minha mão. Se ele disser que o pássaro está morto, abro a mão e deixo-o voar. Esse sábio terá a mínima chance de acertar comigo!”


E assim fez. Na presença do sábio, segurando a ave na mão fechada, o jovem perguntou:


– Mestre, tu que sabes todas as respostas, dize-me: o pássaro que tenho nas mãos está vivo ou morto?


O mestre, olhando calmamente nos olhos do jovem, respondeu:


– Depende de como você queira que ele esteja.


É a sua escolha que irá determinar aquilo que você terá nas mãos.