A auto-estima e a aparência são aliadas ou inimigas?

Colocar-se diante do espelho hoje exige para algumas pessoas um bom senso de humor, pois admirar-se ou sentir-se indignado com a sua própria imagem faz com que procuremos cada vez mais alternativas imediatistas, tais como, dietas milagrosas, cirúrgias, exercícios exaustivos e uso abusivo de medicamentos. Enfim, são inúmeros os casos de agressão ao corpo e a saúde que pode ficar abalada e comprometida com tudo isso.

Uma lei básica da Física, 3ª. Lei de Newton: “Toda ação tem uma reação. De mesma intensidade e sentido oposto” serve para que pensemos um pouco aonde queremos chegar e o preço que teremos de pagar para somente termos preocupação com nossa aparência externa, nosso fenótipo.

A primeira e importante dica é traçar uma meta em sua vida e colocá-la em prática. Para isso, importante se torna a ajuda e o acompanhamento de diversos profissionais.

A realização de Exames médicos (laboratoriais, eletrocardiograma, teste cardiológico) avaliações nutricionais ortopédicas e fisioterapeutas além do acompanhamento de professores de educação física, são alguns dos exemplos que ajudam qualquer pessoa que queira iniciar um condicionamento físico e melhorar sua saúde.

 Exercícios sem orientação, dietas desbalanceadas abusos de suplementos, medicações e ou uso de anabolizantes podem trazer inúmeros malefícios ao nosso organismo como um todo.

Pessoas com níveis elevados de obesidade tendem a procurar outras formas de perder peso, tais como a Cirurgia de Redução Gástrica, onde restringimos a quantidade de alimento a ser ingerido e também a absorção dos nutrientes e calorias ingeridas, bem como a utilização de Banda e ou Balão Intra-gástrico, que restringem a quantidade de ingestão de alimentos, devem sempre ser muito bem esclarecidas aos pacientes, visto que podem ter sérias complicações e sempre dever ser acompanhadas por equipes multidisciplinares de profissionais da Saúde.

Não existe milagre!

Somente reeducação alimentar, mudanças de hábitos de vida, exercícios físicos e uma prática de vida saudável podem trazer benefícios a nossa saúde, benefícios estes que nem sempre são rápidos, mas  duradouros, e acompanhados de uma ajuda ao nosso emocional, nossa auto-estima, que atuam sim nos confortando.

O Dr. Carlos Eduardo esclarece que não é contra cirurgias ou tratamentos mais agressivos, pois é cirurgião, e sim a favor de que cada indivíduo possa realizar o que melhor lhe convier para sua saúde, físico e mental. Sou a favor da Saúde! (ressalta com emoção)

 

As informações técnicas para a matéria foram cedidas pelo médico:

Dr. Carlos Eduardo Soares Souza Lima – CRM 108.858

Especialidades em Cirurgia Geral e Aparelho Digestivo, Gastroenterologista, Coloproctologista e videolaparoscopia.