Vila Real ganha praça com playground e campo de areia

Crianças brincando no balanço e no gira-gira. Jovens disputando animadas partidas de futebol. Adultos praticando ginástica ao ar livre. Há muito tempo, os moradores da Vila Real, na região oeste da Cidade, sonhavam em ter um espaço voltado ao lazer e a prática de atividade física.

Desde 2005, essa demanda era apontada como prioritária dentro do Orçamento Participativo (OP) mas nunca saiu do papel. Na semana passada, a Prefeitura de Botucatu colocou ? disposição uma nova praça que já começa a se transformar em um ponto de encontro da comunidade.

Localizada na Rua Nicola Zaponi, a área conta com academia ao ar livre com diversos aparelhos, playground com escorregador, gangorra, balanço e gira-gira, campo de futebol de areia cercado e bancos em madeira. Os brinquedos foram instalados em piso emborrachado e as pessoas com deficiência têm acesso garantido por meio de rampas. A iluminação também garante o uso da praça ? noite.

Apesar da inauguração oficial ainda não ter sido feita, o local tem estado lotado nesses primeiros dias do horário brasileiro de verão. “No fim de semana passado tinha quase duzentas pessoas aqui. Há muito tempo o pessoal pedia uma pracinha como essa. Foi ótimo isso que a prefeitura fez”, afirma o pensionista Valdivino de Moraes.

Freqüentador assíduo da praça, ele aproveita os aparelhos da academia ao ar livre para colocar a saúde em dia. “Sofro com a diabetes, colesterol e pressão alta. Só de me exercitar aqui já tenho me sentido muito melhor. Qualquer hora que você passa tem alguém usando a praça”, afirma.

O coordenador do OP, Paulo Sérgio Alves, destaca a importância que esse tipo de equipamento público tem para os moradores de bairros como a Vila Real. “Em Botucatu temos bairros pequenos e que, em sua formação, não puderam contar com espaços voltados ao lazer. A Prefeitura agora preenche essa lacuna e contempla um desejo que a comunidade apontava como prioridade desde 2005. Essa praça vai contribuir muito para a integração entre os moradores”, declara.

Mas nem tudo é festa. Poucos dias depois da instalação da academia ao ar livre no local, vândalos retiraram dois aparelhos de ginástica que estavam chumbados no solo. A empresa responsável pela obra já trabalhava para devolvê-los ao uso da população.