Sorteio define contemplados com casas populares

O sorteio das 71 casas do Residencial Nova Esperança, em fase final de construção em Rubião Júnior, ocorreu no dia 19 de abril, no Estádio Municipal João Roberto Pilan (INCA). Na manhã desta sexta-feira (17), a CDHU e a Secretaria Municipal da Habitação realizaram no Ginásio Municipal “Dr. Mário Covas Júnior”, a escolha dos imóveis que cada uma das famílias contempladas irá ocupar. 

Após o sorteio da ordem das famílias, as mesmas foram chamadas e assim, uma a uma, escolheram o local que passará em breve, a ser chamado por elas, de seu novo endereço. Após esta etapa, os contratos deverão ser assinados pelos moradores do residencial. 

“A previsão de entrega do Nova Esperança é para o mês de agosto. Apenas a data ainda não esta definida, pois a mesma depende da finalização da obra”, informa o secretário Municipal de Habitação, José Carlos Broto.

 

Sobre o Nova Esperança

O investimento na construção doconjunto  Nova Esperança é de R$ 6,7 milhões. A CDHU repassou os recursos financeiros para a Prefeitura, que doou o terreno e administrou as obras. O novo bairro foi erguido ao lado do Residencial Caimã, no distrito de Rubião Júnior [Rua Doutor Walter Maurício Correa]. As casas terão dois dormitórios, sala, cozinha e banheiro, distribuídos em 47,1m² de área construída.

Os imóveis serão entregues com piso cerâmico e laje em todos os cômodos, azulejos na cozinha e no banheiro, muro de divisa entre os lotes, passarela de acesso e instalação hidráulica preparada para receber aquecedor solar para água do chuveiro.

O prazo para quitar o financiamento habitacional será de até 25 anos. As prestações receberão subsídios do governo estadual, sendo calculadas de acordo com a faixa de renda de cada família. Assim, aquelas que ganham de um a três salários pagarão o equivalente a 15% do rendimento.