Rios são desassoreados para época de chuvas

A Prefeitura de Botucatu tem intensificado neste fim de ano os trabalhos pelo programa Botucatu Contra as Enchentes. Ela compreende ações conjuntas das secretarias de Governo, Obras, Meio Ambiente e Defesa Civil.

A principal delas é o trabalho de limpeza e desassoreamento dos rios e córregos da Cidade como Tanquinho, Lavapés, Água Fria e o Serra D’Água (Distrito de Rubião Júnior). Em todos eles, máquinas retroescavadeiras alargam as margens em pelo menos seis metros e aumentam a profundidade do leito em mais de um metro para que a água corra com mais velocidade e não transborde, provocando enchentes.

“Entre as áreas que mais nos preocupa é a que fica próxima ao Terminal Rodoviário, que anualmente, sempre nos períodos de maior incidência de chuvas, sofre com enchentes. No início deste ano, 19 famílias que moram na Baixada tiveram transtornos com as cheias dos rios que cortam a Cidade. Além disso, o alagamento deste trecho da região central, que concentra grande movimentação de veículos, atrapalha muito o trânsito”, argumenta o coordenador da Defesa Civil, Paulo Renato da Silva.

“Além da limpeza dos rios, estamos realizando manutenção em cabeceiras de pontes, limpeza de bueiros e construção de novas galerias por toda a Cidade, principalmente nos pontos onde os alagamentos são frequentes. Todas essas ações são paliativas até o início das obras dos piscinões do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento], o que deve ocorrer a partir do próximo ano”, comenta o secretário municipal de Obras, André Peres.