Prefeitura investe R$ 700 mil na compra de novos caminhões

Dando prosseguimento ao processo de renovação da frota da Secretaria Municipal de Obras, que ainda conta com maquinários e veículos do final da década de 70, a Prefeitura de Botucatu acaba de receber mais três caminhões basculantes Ford Cargo modelo 2628. O investimento total para aquisição dos novos veículos foi de pouco mais de R$ 700 mil.

De acordo com o secretário municipal de Obras, Nivaldo Vizotto, essa nova aquisição será importante para dinamizar algumas atividades que a Prefeitura executa no dia a dia. “Os novos caminhões serão usados em serviços pesados como limpeza e conservação de ruas e estradas rurais. Com a substituição teremos condição de deslocar os veículos mais antigos para serviços onde não haja tanto esforço, com ganho de eficiência e redução de custos com manutenção”, informa.

Os caminhões já estão na Garagem Municipal. Um deles já está rodando, enquanto outros dois ainda precisam ser adesivados e emplacados. A previsão é que sejam colocados em operação já na próxima semana, reforçando a frota de outros 12 caminhões basculantes.

A ideia inicial era de realizar a compra dos novos veículos neste ano. Mas segundo Vizotto, a economia alcançada com os processos licitatórios realizados ao longo de 2011 possibilitaram antecipar os planos. “Fizemos a licitação no segundo semestre e a entrega foi feita agora pelo vencedor do certame. Conseguimos ganhar meses preciosos”.

O secretário ressalta a escolha por modelos que tragam ganho de perfomance na execução dos serviços.“Optamos pela compra de modelos traçados, com maior potência e capacidade de transporte. Enquanto esses novos caminhões transportam 12 metros cúbicos, os “tocos” carregam a metade. São veículos muito modernos com ar condicionado, vidros elétricos, tacógrafos digitais, entre outros acessórios”, ressalta Vizotto.

A próxima aquisição da Secretaria Municipal de Obras será de um rolo compactador estático, a ser utilizado nos serviços de pavimentação. Os orçamentos já estão sendo levantados para nortear o processo licitatório. “Também representará um salto de qualidade. Vamos adquirir um modelo com pneu, que não vibra e é mais avançado do que o de cilindro que utilizamos hoje”, anuncia Vizotto.