Prefeitura concede reajuste de 6,5% ao funcionalismo

Em um processo de negociação rápido e bastante tranquilo, a Prefeitura de Botucatu definiu a proposta de reajuste salarial do funcionalismo público municipal que deverá encaminhar nos próximos dias para apreciação da Câmara de Vereadores.

A decisão foi tomada depois que o prefeito João Cury Neto recebeu em seu gabinete os vereadores da bancada de situação e reuniu-se com o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, José Manoel Leme. As conversas também contaram com as presenças dos secretários Ricardo Salaro (Administração) e Luiz Augusto Felippe (Fazenda).

Os vereadores procuraram o prefeito e oficializaram o pedido para que o governo estudasse a possibilidade de conceder ao funcionalismo um reajuste salarial acima da inflação. O levantamento dos números já havia sido feito pela equipe que participa das negociações. Isso porque o sindicato da categoria formalizou pedido para que o reajuste repusesse o índice de inflação dos últimos 12 meses que fechou em 5,5%.

Desta maneira, o prefeito João Cury anunciou que concederá aos servidores um reajuste de 6,5% nos salários. O índice é 1% superior a inflação do período. Já o vale-compra alimentos saltará dos atuais R$ 450,00 mensais para R$ 475,00, repondo a inflação de 5,5% dos últimos 12 meses. O mesmo valor passará a valer para o Auxílio-Saúde, benefício concedido a aposentados e pensionistas.

A proposta será apreciada em assembleia dos servidores públicos municipais marcada para esta quinta-feira (24). Depois disso, projeto de lei será enviado ? Câmara para votação. A expectativa é que a partir de 30 de maio o funcionalismo passe a se beneficiar dos novos valores.