Prédio do Parque Tecnológico tem construção definida

Depois de dotar de completa infra-estrutura a área de pouco mais de 280 mil metros quadrados onde será instalado o Parque Tecnológico de Botucatu, a Prefeitura concluiu a concorrência pública que definiu a empresa responsável pela construção do edifício central deste que é um dos maiores empreendimentos públicos da Cidade nos últimos anos.

A vencedora do processo licitatório foi a Ellenco Construções Ltda. que terá a responsabilidade de executar a obra ao custo total de R$ 5.796.704,31. Por contrato, o prazo para conclusão dos trabalhos, que já foram iniciados no local, foi fixado em 240 dias. Máquinas e homens já trabalham no serviço de terraplenagem da área onde o edifício será erguido.

No final do ano passado, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, aconteceu a cerimônia de assinatura do convênio entre o município e o Governo do Estado que definiu o repasse de pouco mais de R$ 4 milhões através da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia para viabilizar a obra. O restante dos recursos sairá dos cofres da Prefeitura.

Entre 2010 e 2011, já haviam sido repassados ao município R$ 9.081.096,51 para a elaboração do Projeto de Ciência e Tecnologia e obras de infra-estrutura do Parque Tecnológico. O prédio terá 1.274 m² e contará com salas de reunião (2), salas de treinamento (16), instalações para diretoria, secretaria, administração, compras, manutenção, salas de espera, além de recepção, copa, sanitários (6), área de atendimento, hall e anfiteatro para 190 pessoas. Para ornamentar e tornar mais agradável o ambiente na entrada do prédio será construído um espelho d´água.

O Parque Tecnológico de Botucatu será voltado ao desenvolvimento de novos produtos e serviços nas áreas de bioprocessos, meio ambiente, produtos florestais, produtos naturais da fauna e da flora, tecnologias sociais e logística. O empreendimento está sendo construído ? s margens da Rodovia Gastão Dal Farra.