Obras de Ciclovia que liga campi da Unesp será iniciada

Itinerário se estende das imediações da portaria do Residencial Colinas do Paraíso, onde futuramente será construída a nova portaria principal do campus da Unesp, no Lageado, até a entrada do campus da Unesp em Rubião Júnior


Na manhã desta terça-feira, às 8h30,  o prefeito de  Botucatu João Cury Neto e o secretário de Obras, André Peres (foto), estão realizando o cerimonial que irá dar início as obras de construção de oito quilômetros de ciclovia que liga os campi da Unesp de Rubião Júnior e do Lageado. Evento deverá contar com os demais secretários de governo, vereadores, entre outras autoridades.

O itinerário definido para construção da ciclovia se estende das imediações da portaria do Residencial Colinas do Paraíso, onde futuramente será construída a nova portaria principal do campus da Unesp, no Lageado, até a entrada do campus da Unesp em Rubião Júnior. Essa obra responde a uma antiga demanda, principalmente dos estudantes que precisam se deslocar entre os dois campi da universidade. 

A empresa vencedora da concorrência pública 013/2015  e que ficou responsável pela construção da ciclovia, que tem o projeto elaborado pela Prefeitura de Botucatu,  é  a Comercial 3D do Brasil Ltda, que apresentou o menor preço entre as participantes do certame licitatório e executará todos os serviços descritos no edital pelo valor total de R$ 3.795.984,78, com  prazo de conclusão previsto para 360 dias. O obra é  financiada pela Desenvolve SP, agência de fomento do estado de São Paulo, que liberou a ordem de serviço para início dos trabalhos.  

“A construção desses oito quilômetros de ciclovia representa um grande avanço no sentido de criarmos uma rota não poluente onde as pessoas possam usar, com segurança, a bicicleta como meio de transporte para o trabalho. A primeira etapa já foi executada no trecho entre as regiões norte e oeste, com a construção da ciclovia junto com a duplicação da Rodovia Antonio Butignolli. Estamos concluindo um estudo que deverá ampliar ainda mais os investimentos na construção de outros trechos de ciclovia pela cidade”, disse o secretário de Obras, André Peres, que também responde pela Secretaria de Mobilidade Urbana. 

Peres ainda realça que boa parte do trajeto utilizará o canteiro central da Avenida Universitária, acoplando ao projeto da ciclovia a construção de um parque linear com opções de lazer para a comunidade. “Ao longo do percurso serão construídas seis estações de lazer com iluminação, pontos de hidratação, bancos, academia ao ar livre e playground”. 

O trajeto definido para a ciclovia que unirá os campi da Unesp do Lageado e de Rubião Júnior é o seguinte: Início na Av. Universitária, cruzando pela Rua Heitor Quintino Carvalho, Av. Prof. Raphael Laurindo, Rua Mario Bicudo, Rua Francisco Antonio Funari, Lourenço Carmello, Rua Plácido Rodrigues Venegas, Rua Lourenço Castanho, Av. Manoel Pinheiro Ribeiro e  Rua Mariana Jaqueta Santos, deflete a esquerda seguindo pela Rua Prof. Benedito Pires de Almeida, deflete a direita seguindo pela Rua Carlos Guadagnini, cruzando pela Rua Artemio Capelupi , deflete a direita seguindo pela Rua Rodrigues Cesar, deflete a esquerda seguindo pela Av. Universitária, pelo cruzamento das ruas Lincoln Vaz, Rua Clovis de Avelar Pires, Rua Luzia de Masseno Pontes e Rua Edmundo Techio, deflete a direita seguindo pela Rua José Thiago, pelos cruzamentos das ruas Vicente Rosa, Silvestre Bartoli e Gregório Pedro Garcia, deflete a esquerda seguindo pela Av. João Baptista Carnietto, pelos cruzamentos das ruas Salvador Bavia, Av. Julio Vaz de Carvalho , Rua 04 e Rua João Coelho da Silva, deflete a direita seguindo pela Rua Brasilio Panhozzi, pelos cruzamentos das ruas Angelo Simonetti, deflete a direita seguindo pela Av. Deputado Dante Delmanto, prosseguindo pela Rodovia Antonio Butignoli até chegar a Unesp.