Morre o advogado Clóvis de Avellar Pires Filho

 

avellarFaleceu aos 90 anos nesta quarta-feira, dia 14, o advogado Clóvis de Avellar Pires Filho. Muito conhecido no meio jurídico de Botucatu, ele faleceu em sua residência no final da manhã.  Figura também muito querida na maçonaria, ele ganhou a Comenda da Ordem de Dom Pedro I, homenagem a quem conquista 50 anos na maçonaria.

O velório do Dr. Clóvis de Avellar Pires está ocorrendo no Complexo Orlando Panhozzi. Segundo informações prestadas pela OAB, seu sepultamento será nesta quinta-feira, dia 15, no cemitério Portal das Cruzes.

A OAB de Botucatu divulgou nesta tarde uma nota de pesar pelo passamento de seu mais antigo membro.

“É com profundo pesar e sentimento de consternação que recebemos e vimos trazer a triste notícia do falecimento, nessa quarta-feira, dia 14 de setembro de 2016, de nosso querido amigo, advogado militante e combativo que engrossava e honrava as colunas da 25ª Subseção da OAB/SP, Dr. Clóvis de Avellar Pires Filho, aos 90 (noventa) anos de idade. A Advocacia Bandeirante sofre, hoje, uma perda imensurável.

Não obstante cuidar-se do Advogado mais antigo, em idade, inscrito na Subseção, encontrava-se no pleno exercício do sacerdócio da Advocacia, sempre se apresentando com profundo profissionalismo, enorme senso ético e grande conhecimento jurídico e humanístico.

Muito embora seu passamento nos cause grande dor, Dr. Avellar parte nos deixando um imenso legado de justiça, retidão, amizade, ética, profissionalismo e amor ao próximo. A distância material existirá, no entanto, suas lições permanecerão próximas e perpetuadas em nós.

A Diretoria da 25ª Subseção da OAB/SP não tem palavras para expressar os sentimentos e agradecimentos que devemos ao Dr. Avellar, de tal sorte que pedimos, apenas, que Deus o receba de braços abertos no Oriente Eterno, que conforte o coração dos familiares e amigos neste momento de dor, assim como nos proporcione serenidade”.

São os mais sinceros pêsames da 25ª Subseção da OAB/SP
Ordem dos Advogados do Brasil – Seção de São Paulo