Moradores apontam baderna de estudantes em praça

“Tenho 82 anos. Enquanto vocês se divertem eu não consigo dormir. Por gentileza não façam barulho após as 23 horas. Que Deus abençoe as pessoas que colaborarem”.

Essa frase escrita em um cartaz foi colocada por um morador na Praça José Martins – Guanxuma, no Jardim Paraíso, em razão de jovens estudantes, aos finais de semana, permanecer naquele espaço público até altas horas da madrugada

Segundo um morador que procurou a reportagem do Acontece os jovens realizam no local, festas combinadas regadas de muita bebida alcoólica, veículos com som muito acima dos decibéis permitidos por lei, e estacionados sobre calçadas ou na contramão das ruas, além de muita algazarra.

“No centro da praça, numa mureta com o nome do homenageado, foi colocado por algum morador idoso que vem sofrendo com os desmandos no local. Procuramos ligar com frequência para a Polícia Militar e Guarda Civil Municipal (GCM), mas não adianta. Seria necessário um patrulhamento mais constante no horário compreendido entre às 23 horas da noite até as 4 horas da madrugada, principalmente, sextas-feiras e sábados”, disse o reclamante, que fez imagens do local.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal, Sérgio Bavia, existe o Programa de Patrulhamento Orientado ao Patrimônio Municipal (PPOP), que vem sendo desenvolvido com o propósito de proteger as praças da Cidade. “A fiscalização será reforçada na Praça José Martins nos dias apontados pela vizinhança como os mais problemáticos e se estenderá pela madrugada para coibir os abusos e devolver a tranquilidade aos moradores daquela região”, colocou Bavia.